05 dezembro, 2014

{Resenha #47} As memórias perdidas de Jane Austen - Syrie James


É uma verdade universalmente conhecida que quando você se apaixona por um autor, você quer ler tudo sobre ele! Parafraseando essa frase bem famosa que aparece em muitos livros de romance....é a mais pura verdade!

No meu caso, o autor da paixão é na verdade uma autora. E que autora! Jane Austen. Eu li até hoje somente Orgulho e preconceito e Persuasão. Mas quero muito ler sua (curta) obra completa. É uma obra curta, é verdade, apenas 6 livros. Mas acho que é o sonho de consumo de todo apaixonado por literatura inglesa do século XIX. 

E apesar de que quanto mais eu leio sobre sua vida aparentemente desinteressante, mas vou vendo como a escritora tinha o talento máximo para tirar proveito da situação mais comum e transformar em algo maravilhosamente espetacular.

Quando vi a capa desse livro, achei tão linda e tão delicada que realmente fui seduzida por ela. Acho que nunca tinha lido um livro de memórias, então não sabia o que esperar. Na verdade, achei que fosse ser chato. Mas não é, em absoluto. É maravilhoso! Do tipo que você não consegue desgrudar até terminar de ler.


Foi encontrado um báu numa das casas que pertenceu a um dos irmãos da Jane Austen. Nesse báu foram encotrados alguns documentos que datavam do final do século XVIII e início do XIX. E foi confirmada a autenticidade dos documentos como da própria Jane Austen. Alguns documentos eram memórias da escritora, que ficaram "perdidas" por muitos e muitos anos. Alguns fatos de sua vida, seus anseios, suas ângustias....
As memórias que deram orgirem a esse livro são já do final da vida da autora, mais ou menos quando ela estava revisando seus dois primeiros romances, Razão e Sensibildiade e Orgulho e Preconceito. 

Fala um pouco das constantes trocas de moradia desde o falecimento do pai, a recusa de dois pedidos de casamento (Dois! Imagine só!), sua relação amorosa e sincera com a irmã Cassandra, uma amiga de toda a vida. Nos faz refletir em como ela queria ser uma romancista publicada, em uma época que as mulheres não tinham direito a nada.


Porque eu sinto uma vontade súbita de relatar, em pena e tinta, um relacionamento de natureza tão pessoal que jamais assumi, não sei dizer. 

É de se extasiar com o livro. Em muitos trechos podemos perceber como ela se inspirava nas situações do dia a dia e as transportava para seus livros. Em como ela tinha um pensamento bem a frente enquanto estava fadada a obedecer convenções sociais. Alguns de seus livros mais famosos (Razão e sensibilidade e Orgulho e preconceito) já estavam "escritos" nessa época. Mas com o decorrer da leitura dessas memórias percebemos como a escritora não estava satisfeita e sempre queria melhorá-los, o que foi acontecendo ao longo do tempo, até a publicação definitiva.

Não dá para falar tanto de um livro de memórias se você não curte o autor. Só que se você curte, é leitura obrigatória.



Orgulho e preconceito foi o primeiro livro que li dela, depois de muitos e muitos anos querendo ler. Confesso que é um dos melhores livros que já li. Tudo é tão perfeito que as vezes me pergunto se é real. Depois li Persuasão, que já não gostei tanto. E agora, entusiasmada por essa leitura comecei a ler Razão e sensibilidade.
Só o que tenho a dizer é que Jane Austen é muito amor ♥

Bjs

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

2 comentários:

  1. Gente impressionada;

    Infelizmente ainda não li nada dela, não me pergunte porque. Mas só ouço falar bem dela.
    Nossa Rê para quem é fã, realmente essas memórias são importantíssimas.
    Fiquei muito curiosa, e mais ainda pela história dela, pelo pouco que você ressaltou ela foi mesmo uma mulher diferenciada para sua época.
    Faz um post sobre ela! Contando mais dela, e dos livros. Você sabe muita coisa pelo jeito.
    Vou amar ler.

    Beijosss Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só li dois livros e esse de memórias...não sei muito não....só o que leio na internet mesmo....Mas quero ler todos os livros, são 6 ou 7 eu acho, poucos....
      Quando vc ler, vc vai amar, é outro tipo de literatura, sabe? Muito bem escrita e cheia de ironias contra o próprio tempo dela e seus costumes, muito bom!
      Bjs

      Excluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo