28 agosto, 2015

Trabalho, Nova Faculdade, Outra pós....?



Olá, queridos!

O post de hoje é um pouco diferente, meio devaneio,meio desabafo mesmo.....

Todo mundo sabe, pois eu não canso de falar, que sou Farmacêutica Hospitalar e amo ser! Amo mesmo, do fundo do meu coração ♥ ....Desde a época da faculdade, mais precisamente do estágio, eu já sabia que rumo tomar: o da farmácia hospitalar. Fiz um estágio de 1000 horas, quando obrigatoriamente precisava fazer só 200. Depois fiz 2 anos de Residência em Farmácia Hospitalar pela UFF (Universidade Federal Fluminense). Com essa "bagagem" toda, rapidinho me contrataram numa hospital de grande porte. Após um desgaste inicial (de distância da minha casa e clima interpessoal) mudei para outro hospital, menor e bem menos organizado. Fiquei pouquíssimo tempo lá e acabei voltando para a mesma rede onde comecei a vida profissional, porém em outra unidade, até mais perto da minha casa. 

Apesar de ser uma rede e todos os processos internos serem quase os mesmos, os salários não. No hospital onde trabalho atualmente o salário é extremamente baixo, se comparado com os demais hospitais da rede. E no outro que eu já havia trabalhado nem era lá essas coisas..... Então já fazia um tempinho que eu vislumbrava mudar de área....tanto pelos baixos salários, quanto pelo trabalho em excesso.

Não é segredo para ninguém que a saúde no país é uma piada. Piada mesmo, pois mesmo com um monte de leis e portarias que deveriam ser seguidas e cumpridas, as empresas estão se valendo da "crise" para "enxugar" os quadros, mas não as funções e muito menos as tarefas a serem executadas. Então uma pessoa geralmente realiza o trabalho/função que deveria ser desenvolvida por duas, as vezes até três pessoas. Isso cansa. E tendo em vista que o serviço na área da saúde já é estressante, isso cansa cada vez mais rápido!

Já fazia mais um menos um ou dois anos que ruminava a ideia de mudar de área. Porque sinceramente não vejo futuro para a área da saúde, apenas mais e mais demandas, e cada vez menos reconhecimento pessoal e financeiro.... 

Como eu falei, eu fiz a faculdade, bons estágios, residência farmacêutica (que poucos fazem), ou seja, estudei muito para trabalhar tanto. São 44 horas na semana! Talvez nem peão de obra trabalhe tanto...Não dá....Você não para para pensar no que está fazendo, apenas executa as tarefas e não tem tempo hábil para "pensar no gerencial". Falo isso pois meu cargo é de supervisão/gestão. Logo obviamente já trabalho mais por isso, embora não receba mais para tal. Enfim....esse assunto é bem chato, né? .....

Finalmente resolvi entrar na nova graduação, escolhi jornalismo, como vocês bem sabem....Mesmo ficando bem cansada e mesmo estando "partindo do zero", já que é uma área bem diferente, eu preciso de uma nova perspectiva. A faculdade de jornalismo é o máximo! Não sei porque não a fiz antes, as matérias são divertidas, os professores mais amáveis e menos duros como era na graduação de farmácia. Acho que pode ser uma boa mudança. 

Porém, a nova graduação durará 4 anos. Como suportar essa minha carga de trabalho atual por mais 4 anos junto com a faculdade? Tenso né? Ainda mais que já passei por isso, pois quando me graduei eu trabalhava. Digo para vocês, a pessoa não consegue se dedicar o quando gostaria, então apenas estuda para passar nas provas e terminar a faculdade.....

Como me dedicar o tanto quanto preciso e gostaria? Só mudando de emprego, né? Para algum que não me explore tanto e me dê um mínimo de tempo "livre". Como não pretendo ficar ciscando de um emprego para outro nesse intervalo, resolvi aceitar a dica de um amigo meu e começar uma pós em Docência, para poder dar aulas de química para ensino fundamental e médio. Logo, se Deus quiser e tudo correr bem em agosto de 2016 eu termino e logo logo posso começar a procurar emprego nessa área. Pretendo começar 2017 em um novo rumo. Se realmente nada der certo, com certeza não continuo onde estou pois já estou no meu limite, então eu me dei 1 ano de prazo para resolver minha vida.

Espero sinceramente que tudo dê certo.

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

3 comentários:

  1. Oi, Renata!
    Não conhecia esse seu lado profissional, mas que exemplo! É obvio pelo tanto que você estudou e correu atrás, você deveria estar num emprego que te valorizasse muito. Te admiro ainda mais por ter se dado uma nova chance, tenho certeza que você irá conseguir atuar na docência e ser uma ótima jornalista (sem contar que quero muito fazer esse curso também, depois compartilha mais dele aqui no blog, por favor!). Desejo-te muita força e foco, estou torcendo aqui para o seu melhor.

    Beijo.
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Wis! Pois é menina, a gente estuda tanto e tanto....acho que o mínimo que poderia vir seria uma valorização, tanto financeira quanto profissional....mas não é o que ocorre. Apesar de amar trabalhar na área da saúde, realmente está bem complicado....
      Espero conseguir mudar de área em breve. Eu pretendo fazer alguma diferença no mundo ♥
      bjs

      Excluir
  2. Amiga nossa quantos planos e que trajetória cheia de sacrifício e dedicação sua vida.
    Sei bem o que é isso e olha que minha trajetória nem foi tão cheia de esforços como a sua, mas sou formada em turismo e já trabalhei na área e confesso que esperava mais retorno e não tive.
    Agora pretendo, assim como vc, mudar de área mas só em pensar em recomeçar do zero meio que desanimo. Além disso estou sem emprego no momento =( e falta verba para investir em cursos etc. Mas enfim espero encontrar meu rumo assim como vc está tentando. Desejo sucesso viu!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo