15 outubro, 2015

{Divulgação} Semana Princesa Implacável #Dia 4


Olá, Leitores!

A Semana de Divulgação Princesa Implacável está a todo vapor! ♥
E hoje uma surpresa para vocês!


Uma entrevista que a autora Mary Oliveira concedeu exclusivamente para os leitores aqui do Blog. Vamos saber um pouco mais?!

{Uma leitura a mais} Quando vc descobriu que realmente levava jeito para a escrita e que poderia criar histórias?



{Mary} Quando recebi a primeira recomendação da minha história no Nyah fanfiction e vi o número de comentários e favoritos crescer a cada dia que passava.. *risos* Naquele momento decidi que me dedicaria a escrever e melhorar minha escrita a cada dia. E que talvez pudesse ser boa nisso.

{Uma leitura a mais} Você se inspirou em algum autor ou história para o enredo dos seus livros?

{Mary} Não, não me inspirei em nenhum autor ou estória. A primeira ideia para escrever Princesa Implacável surgiu enquanto eu assistia Cinderela com minha irmã mais nova. Percebi que nunca tentara escrever uma estória sobre a realeza. Não tive ideias sobre enredo naquele momento, mas já estava decidida a tentar escrever algo com este tema.

{Uma leitura a mais} Hannah me irritou em vários momentos, como eu mesma já te falei, mas diz aí recebeu reclamações de leitoras irritadas com Hannah? kkkk

{Mary} Nossa, muitas reclamações. Mas não tem como defender a Hannah, gente! *risos* Ela é insuportável mesmo. Mas adorei ver a forma que as leitoras começaram a mudar de ideia sobre essa personagem e até sofrer com ela à medida que os capítulos se passavam e ela se tornava mais forte e menos egoísta.

Pausa minha: também achei que foi exatamente isso que aconteceu, para mim ela ainda é bem chata mas melhorou bastante!

{Uma leitura a mais} Como é ser um autor independente? 

{Mary} É um desafio enorme. *risos*  Cuidar da divulgação, da escrita, revisão, diagramação e capa não é nada fácil. Sem falar em parcerias (que graças a Deus não me dão muito trabalho), páginas de cada livro e grupos de divulgação. É bem complicado lidar com tudo ao mesmo tempo e ainda ter uma vida social (costumo dizer que por isso não tenho uma *risos*), e o retorno, pelo menos até agora, foi muito pouco.
Escrever e ser autor independente no Brasil, principalmente para quem está começando, como eu, é difícil e só recomendo a quem tiver força de vontade, paciência, muita dedicação e muito amor pela escrita. Porque nem sempre há retorno e quando há, ele costuma demorar.

{Uma leitura a mais} Seus livros parecem ter mais romance, é mais "fácil" escrever histórias de amor?

{Mary} Gente, eu amo romances. Amo demais. Também amo mistério e livros/séries policiais, então acabo adicionando essas partes também sem perceber. Acredito que por gostar destes dois gêneros se torne mais fácil, não por ser romance. *risos*


{Uma leitura a mais} Como é a Mary leitora?

{Mary} A Mary leitora é bem excêntrica. *risos* briga com os personagens, fala sozinha tentando entender os segredos e os babados que estão rolando e sente a necessidade extrema de contar a alguém os motivos de determinado livro tê-la deixado de determinada maneira. Ela gosta de ler romances (desde os de época, de banca e chick-lit, até os eróticos e policiais), ama intrigas, ama segredos, ama suspense e definitivamente ama personagens marcantes/fortes/independentes/maduros.

Ah, Mary, e quem não ama?





Gente, espero que estejam curtindo a semana de divulgação desse romance. Leiam, eu super recomendo!

  Blog Livro Wattpad 



Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

3 comentários:

  1. A entrevista ficou lindaaaa!! Obrigada!!
    Beijos. *-*

    ResponderExcluir
  2. Entrevistas são sempre ótimas pq assim podemos nos aproximar dos autores e ficar por dentro sobre tudo eles e seu trabalho!!! Curioso descobrir que a autora só apostou na escrita depois que passou a ter um certo retorno de seus leitores.
    Estou na blogsfera a quase cinco anos e costumo acompanhar a luta dos autores nacionais independentes, sei que relambete só se formam aqueles que amam o que fazem acima de qualquer coisa e poucos são os que consegue, viver apenas disso. Mas estou sempre na torcida e ajudo da forma que posso!!!
    Muito curioso saber como a autora se comporta como leitora. Enfim parabéns pela entrevista ficaram ótimas suas perguntas. Beijos amiga!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo