02 outubro, 2015

{Filme} E aí...comeu?


Olá a todos!
Louca por filmes que sou, vejo quase qualquer coisa! Quase!
Essas (novas) comédias brasileiras deixam um pouco a desejar para mim. Filme com estrelas da TV, aquelas que a gente já está cansada de ver todo dia me deixam entediada. Na verdade, não muito pois não vejo novela ou muita TV, sem ser os telejornais e o Globo Rural ahahahahahaha. Mas acho que vocês me entenderam. Caras velhas para histórias bobas.
Sem nada para fazer, comecei a ver o filme E aí...comeu?
Já comecei com um pé atrás. Tanto pelo título nem um pouco delicado do filme, quanto pelas palavras chulas e um monte de palavrão que os personagens do Marcos Palmeira e Bruno Mazzeo desfilam ao longo do longa. Mas passado o choque inicial e a falta de pretensão de atuações densas e memoráveis, não é que o filme é divertido? E até interessante!
Recém separado, Fernando não se conforma com o fracasso de seu casamento com Vitória, enquanto seu amigo Honório, um jornalista machão casado com Leila, não para de desconfiar que a esposa está traindo ele. Também amigo da dupla, Afonsinho sonha em ser um escritor de sucesso, tira onda de intelectual e se relaciona com prostitutas. Juntos, eles vão debater e descobrir qual é o papel deles nesse mundo povoado por mulheres, sejam elas interesses amorosos ou não.
A maior parte da "ação do filme" se passa num bar, onde os três amigos discutem suas vidas amorosas, quase sempre tomando um chopinho após um dia cansativo de trabalho. O cantor Seu Jorge é o garçom amigo, que por acaso também se chama "Seu Jorge". Ali os amigos discutem as frustações da vida.
Fernando está na maior deprê, pois não aceita o fim do seu casamento com Vitória, que saiu de casa. Honório sofre calado, pois acha que sua esposa está tendo um caso. Afonsinho namora mulheres casadas e prostitutas, o que deixa os amigos loucos, pois seus casos amorosos são extremamente superficiais.
Enquanto Afonsinho tenta terminar de escrever seu livro, Honório quer colocar um detetive particular para seguir a mulher. Já Fernando tenta escapar da tentação que é sua vizinha de 17 anos. Bruno Mazzeo tá parecendo o Tio Sukita nessa cena do elevador. 
E no meio das conversas de bar, aparecem personagens inusitadas. Uma amiga gostosona de Afonsinho, uma mulher com as amigas cansadas de ouvir as putarias que eles falam, uma lésbica que já tem uma esposa.  
O filme é realmente bem divertido e no fundo aborda as relações humanas de forma até sensível. No final das contas todos estão em busca do amor. E como todos nós, fazem muitas trapalhadas pelo caminho.
Dira Paes, como sempre abrilhantando mais o filme, com graça e leveza.
Adoro essa mulher!
Com certeza vale a pipoca, muito melhor que essas comédias bobas que vemos por aí....
Beijos

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

1 comentários:

  1. Oi Rê

    Até parece divertido mesmo, mas poxa acho que não tenho paciência. Eu já não consigo ver qlq tipo de filme, (mas não sou parametro pq adoro filme bobo kkk), mas sei lá sou muito chata para filme, tenho o meu gosto (como disse kkk) e é meio complicado para mim fugir dele. E acredita que não gosto de comédia? Só se for romantica, não tenho saco para ver todo mundo rindo menos eu kkk, não tenho humor rs.

    Mas fica a dica para quem gosta, ainda mais o povo que curte ator global afffff rs

    Beijos
    Fer

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo