25 março, 2016

Clássico da Sessão da Tarde: Pretty in Pink


Olá, como vão?

Eu sou meio velha, não sei se vocês sabem ahahahahah....Quer dizer, eu fui criança na década de 80 (façam as contas!). 

Alguns chamam de "a década dos sonhos". Para filmes pelo menos foi, digo no quesito filmes bons...São tantos clássicos da sessão da tarde que nem consigo contar...

Esses dias eu revi dois. O Rei da paquera e A garota de Rosa Schoking, ambos com a diva ruiva Molly Ringwald.

Esses filmes com o dedo do John Rughes geralmente tem histórias simples que falam muito sobre as relações humanas. Num dos filmes um bonitão paquerador tenta ajudar uma jovem independente a se safar de problemas que o pai alcoólatra e jogador tem com a máfia. No outro, uma garota pobre tem uma quedinha por um garoto rico da escola e enfrenta vários problemas sociais para ficar com ele

É justamente da menina de rosa que quero falar. 



Eu já vi o filme um zilhão de vezes e ainda me surpreendo cada vez que revejo. Todos aqueles clichês americanos estão lá! A menina pobre que se apaixona por um garoto rico; o melhor amigo super devotado desde a infância; o riquinho playboy; a patricinha fútil (e loira, né? kkkkk); a escola e o baile; uma melhor amiga mais velha e super sábia...enfim....todos estão lá....e funcionam muito bem, mesmo sendo tããoooooo clichês.... 

Nesse filme não ia ser diferente. Andie é a mocinha pobre e capaz, que adora moda, e que tem uma quedinha por Blane, rico e bonitão. Ela tem um melhor amigo, Duckie, que é a parte cômica da história. E sempre dá uns passa-fora em Steff, o "melhor" amigo de Blane. Eles engatam um romance, ou tentam, já que os problemas sociais de ambas as partes eclodem. 
Junto disso, Andie ainda tem problemas com o pai, desempregado e depressivo pois a mãe os abandonou e com Duckie, que tem muito ciúmes dela. Sua melhor amiga Iona tenta lhe dar conselhos sobre a vida e sobre o baile do colégio, que se aproxima.

Ou seja, nada demais, não é?

Porém como eu disse, o filme é uma delícia de assistir. Ainda mais com esses atores jovens e fofos em ascensão! Molly é uma fofura ruiva e os filmes com ela tem sempre o mesmo estilinho romântico com conteúdo.   

 Eu já tentei fazer um vestido desse para uma boneca Barbie


Uma das frases da parte final do filme é tão fofa e romântica que sempre esteve na minha cabeça. Como aquelas frases de efeito que a gente nunca esquece, sabe? Acho que é por isso que esses filmes ainda funcionam tão bem!

Você me disse que não podia acredita numa pessoa que não acreditasse em você. Eu acreditei em você, só não acreditava em mim.



Quem também ama Pretty in Pink levanta a mão!

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

2 comentários:

  1. Oi Renata!
    Esse filme é muito legal mesmo!! Deu saudades...
    Os anos 1980 tem muitos filmes bons, também são da minha época hahaha

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Sora! Muitos filmes bons...de vez em quando eu revejo alguns!
      bjs

      Excluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo