22 maio, 2016

Entrevista com a autora M.V Garcia, de A Chama da Esperança


Olá, pessoal! Se segura que hoje o post vai ser RECHEADO!!!! 

Lembram quando eu falei da autora M.V Garcia? Aquela que conheci no Anime Wings? Então, eis que a autora de A Chama da Esperança me concedeu uma mini entrevista para que eu pudesse compartilhar aqui com os leitores do blog Uma Leitura a Mais.


{Uma Leitura a Mais} Quando você descobriu que realmente levava jeito para a escrita e que poderia criar histórias?


{Mayara} Não sei se levo jeito, mas adoro (risos). Desde bem criança eu adorava ler livros e também criá-los. Aos 4 anos eu adorava fazer o seguinte: pegava um bolinho de folhas A4, dobrava ao meio, grampeava no canto e escrevia e desenhava o meu "livro". Eu tinha uma vasta coleção destes livrinhos (minha mãe ainda guarda alguns!). Sempre gostei de contar histórias.



{Uma Leitura a Mais} Você falou que seu livro tem inspiração em mangá, RPG, animes.....mas você se inspirou em algum autor ou história específica para o enredo do livro?

{Mayara} Não, a principal inspiração foi mesmo os clássicos jogos de videogame de RPG japoneses (Final Fantasy, Tales, Dragon Quest, Suikoden, Phantasy Star, etc). Esses jogos viraram febre nos anos 90, e traziam histórias de fantasia, com dragões, magos, guerreiros, espadas... Sou apaixonada por estes jogos. E eu sempre quis criar uma história naquele estilo, que desse ao leitor a sensação de estar jogando videogame ou assistindo a um anime ao ler. E deu certo! Muitos leitores já relataram se sentir exatamente assim ao ler.



{Uma Leitura a Mais} Como é ser um autor independente e ter uma editora? 

{Mayara} São duas experiências bem diferentes e vivi as duas. O Chama da Esperança - Parte I saiu pela Editora Arwen e foi a minha primeira experiência publicando por uma editora. É maravilhoso contar com uma equipe que monta o seu livro: um faz a capa, outro a revisão, outro a diagramação... o desafio é ir observando tudo pra ver como seu livro vai sair no final, e dá também uma ansiedade, visto que você só vai ver mesmo como vai ficar quando ele estiver pronto, impresso nas suas mãos (risos). Também fica por conta da editora a distribuição, venda, divulgação, etc. E nisso, o autor fica bem mais sossegado (risos). Agradeço muito à Arwen pela oportunidade.
Já como independente, é tudo por sua conta: você é responsável por tudo, desde o começo até o acabamento. Acaba por conta disso sendo um trabalho mais rápido, mas você tem que ter atenção e trabalho redobrados pra tudo sair certinho. E você também vai ter que se desdobrar pra divulgar e vender por sua conta. A parte boa é que com os recursos de Internet e gráficas especializadas de hoje em dia, qualquer um pode publicar, é só ter vontade e dedicação.


{Uma Leitura a mais} Se defina como leitora.

{Mayara} Meu gênero favorito é Fantasia, e curto muito livros YA e infanto-juvenis. Prefiro os livros com linguagem mais simples aos que tem linguagem muito rebuscada ou detalhada (aliás, o Chama reflete isso; eu sentia falta de um livro de fantasia medieval com linguagem mais acessível para todas as idades.) Também amo romances, em especial os de época. E, claro, não poderia esquecer os mangás (história em quadrinhos japonesas)! São minha leitura favorita. Alguns livros favoritos: série Harry Potter, The Bridgertons, A Princesa com Olhos de Gato, A Filha do Norte, Sailor Moon, Fruits Basket, Kobato.

Meu olhinho brilhou....Os Bridgertons?? ♥♥♥♥

{Uma Leitura a Mais} Tem algum personagem preferido no seu livro?

{Mayara} Que pergunta difícil! Só pode escolher um? (risos). Amo todos, mas em especial a protagonista, a Kaira. Eu a criei enquanto desenhava no caderno durante uma aula quando eu estava na 8ª série, e ela está comigo até hoje. Isso já faz 14 anos! É minha personagem mais querida e que venho desenvolvendo com muito carinho desde então.



{Uma Leitura a Mais} Como é publicar no Brasil? Com wattpad, fanfics, livros tão baratos na Amazon... será que dá para "vender" muito nesse cenário tão competitivo e meio saturado?

{Mayara} Se por "vender" entende-se viver só disso, acho uma realidade difícil, mas não impossível. Autores brasileiros famosos como Carolina Munhoz e Raphael Dracoon mostram isso. Não é impossível! Mas é com certeza uma longa jornada. No meu caso, sou assistente administrativa, e sempre escrevi como hobby; porque realmente gosto de escrever e ilustrar. Nunca pensei em publicar. Começou como uma brincadeira por sugestão do meu namorado, e quando vi, tinha recebido a proposta de editoras. Meu objetivo no momento como escritora não é ganhar lucros gordos, mas sim o suficiente para manter minha escrita e, aos pouquinhos ir divulgando-a para mais pessoas. O melhor pagamento sem dúvida é receber o feedback e carinho dos leitores que gostaram da sua história. Isso não tem preço!


E é isso, pessoal! Espero que tenham gostado das perguntas que fiz para a Mayara e ela respondeu aqui para o blog. Como vocês sabem, quero muito ler A Chama da Esperança, tendo em vista que o livro 2 já vem por aí. Está aqui na minha "filinha" de livros para ler...

Deixo os links das redes da autora, para que vocês possam conhecer mais, pois como não amar Fantasia?

A Chama da Esperança - A Princesa Renegada

Autor: M. V. Garcia

Gênero: Romance / Ficção
Ano: 2015
Idioma: Português
Páginas: 348
ISBN: 978-85-68255-00-9
Acabamento: Brochura


E não esqueçam do TOP COMENTARISTA, valendo o box da Saga encantadas. Maiores informações aqui


Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

4 comentários:

  1. Amei a entrevista! quanta humildade! eu também pego folha de sulfite, grampei-o e escrevo algumas histórias srsrs aprendi isso na minha própria escola, é legal saber que não sou a única , achei lindas as ilustrações, me identifiquei, também gosto de livros com escrita mais simples ao invés dos muito detalhados,e amo 'Os Bridgertons'', meu olhinho também brilhou, me interessei mais ainda pela obra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou com o livro dela aqui, espero começar a ler em breve...aí posso falar tudo que achei, mas creio que vou gostar pois me interesso pelo tema.
      Bjs

      Excluir
  2. Suas perguntas foram ótimas e as respostas da MVGarcia esclarecedoras.
    Estou torcendomoara que ela tenha sucesso nesse mercado disputado e que seus livros façam muito sucesso. Tem uma autora no estilo da Garcia que eu adoro, a Denise Flaibam, ela também começou com uma editora e agora partiu para o independente. Enfim na torcida dessas mulheres batalhadoras.

    P.s. Fico no aguardo de suas resenhas!!!! Boa leitura!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  3. Que legal a entrevista *-*
    Sempre admiro muito os autores nacionais, principalmente os que publicam os seus livros independentes, pois no nosso mercado, onde os autores nacionais ainda estão crescendo, não é nada fácil!
    Já estou querendo a resenha do livro e amei quando a MV disse que ama romance de época, ela já tem todo o meu amor kk <3
    Beijo!

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo