20 maio, 2016

{Resenha #129} A Irmandade Perdida - Anne Fortier



Para tudo que eu quero descer! Quem me lê aqui no blog sabe que quando eu AMO um livro eu vou ficar falando dele sem parar até cansar.....Cansar o coleguinha, né? Porque eu não me canso de falar de livros! Nunca!

A Irmandade Perdida foi um dos livros recebidos da Editora Arqueiro no mês de abril. Que história apaixonante. Por onde eu começo a falar? Da parte da mitologia? Do mito das Amazonas? Do belo entrelaçamento entre presente, passado distante e um passado mais distante ainda? 

Diana Morgan é professora da renomada Universidade de Oxford. Especialista em mitologia grega, tem verdadeira obsessão pelo assunto desde a infância, quando sua excêntrica avó alegou ser uma amazona – e desapareceu sem deixar vestígios. No mundo acadêmico, a fixação de Diana pelas amazonas é motivo de piada, porém ela acaba recebendo uma oferta irrecusável de uma misteriosa instituição. Financiada pela Fundação Skolsky, a pesquisadora viaja para o norte da África, onde conhece Nick Barrán, um homem enigmático que a guia até um templo recém-encontrado, encoberto há 3 mil anos pela areia do deserto. Com a ajuda de um caderno deixado pela avó, Diana começa a decifrar as estranhas inscrições registradas no templo e logo encontra o nome de Mirina, a primeira rainha amazona. Na Idade do Bronze, ela atravessou o Mediterrâneo em uma tentativa heroica de libertar suas irmãs, sequestradas por piratas gregos. Seguindo os rastros dessas guerreiras, Diana e Nick se lançam em uma jornada em busca da verdade por trás do mito, algo capaz de mudar suas vidas, mas também de despertar a ganância de colecionadores de arte dispostos a tudo para pôr as mãos no lendário Tesouro das Amazonas. Entrelaçando passado e presente e percorrendo Inglaterra, Argélia, Grécia e as ruínas de Troia, A irmandade perdida é uma aventura apaixonante sobre duas mulheres separadas por milênios, mas com uma luta em comum: manter vivas as amazonas e preservar seu legado para a humanidade....



A sinopse já fala muita coisa, mas o desenrolar dos fatos é bem mais emocionante. Diana Morgan é a típica acadêmica que almeja alto, ela quer ser reconhecida no mundo acadêmico com suas pesquisas, mas falar das Amazonas é um deleite para alguns e motivo de chacota para outros. E ela vem tentando mudar isso. Até porque sua amada avó alegava ser uma Amazona. E ela estudou filologia por ser fascinada por Mitologia Grega. 

Quando ela é convidada para para decifrar escritos antigos, Diana não acredita na sua sorte, afinal, as estranhas inscrições da imagem que tem em mãos não são tão estranhas assim, elas constam num caderno que sua avó lhe deixou como um bem mais precioso e secreto, junto com um bracelete de chacal que insiste em não sair de seu braço! 



Porém no mundo da caça aos tesouros nem tudo são flores, nem todas as pessoas querem que certos segredos venham a tona. E pior, outras farão de tudo para ter riqueza e glória. Vi Diana dando uma de Robert Langdon, zanzando para lá e para cá em busca de pistas e mais pistas sobre Mirina e sobre as demais "amazonas". 



O mais divertido e interessante é em como a autora transformou a história "conhecida" das lendas gregas em uma história totalmente verdadeira aos olhos de quem lê. Adorei o rumo que ela deu para Páris, Helena de Troia, Rei Príamo e até Hércules.
Foi uma leitura maravilhosa e extremamente prazeirosa, eu super recomendo!
Livro cedido em parceria com a Editora Arqueiro. As opiniões do blog são as mais sinceras possíveis. Fotos do post são de minha autoria.

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

8 comentários:

  1. Fiquei muito curiosa quanto a esse mito, que carrega um grande mistério pela vida da personagem, fiquei muito instigada com toda a premissa do livro, fiquei bastante curiosa com o tal bracelete, quero desvendar logo o mistério, sem nem ter lido ! rsrs já estou criando 1000 suposições

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu realmente amei essa leitura, desde a capa - que é verde e linda - até toda a construção do mito das amazonas, reconstrução, né? A escrita da autora te prende o livro todo!

      Excluir
  2. Até hoje eu só li Julieta da Anne Fortier, e foi amor a primeira lida! A escrita dessa autora é maravilhosa e adoro a forma como ela desenvolve a narrativa, mas infelizmente ainda não tive oportunidade de ler A Irmandade Perdida. E o que mais me chama atenção nesse livro é a presença da mitologia grega *-*
    Adorei a resenha e fiquei com mais vontade de ler esse livro e descobrir logo esse mistério. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não li Julieta, na verdade só fiquei sabendo dele pois nesse livro fala que ela é autora do Julieta. Já entrou na minha lista de desejos!

      Excluir
  3. Oi Renata, eu li esse livro no ano passado e fiquei apaixonada por ele. Achei a escrita da autora muito graciosa e a história me fascinou. Um livro excelente!!!
    Adorei as fotos, beijos

    ResponderExcluir
  4. Nossa fiquei sem fôlego lendo suas palavras. Esse livro já está na minha lista de desejos mas antes pretendo ler o que já tenho da autora Julieta. Todos falam bem da escrita da Anne Fortier, preciso formular minha opinião. Amei a dica é sua empolgação na escrita só me deixou mais ansiosa e curiosa. Lindas fotos, como sempre!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não li Julieta, daí já quero, mas esse mês vou dar atenção a livros de parcerias e outros parados na estante, assim que puder vou comprar esse livro ♥
      A Irmandade Perdida é fantástico, além da escrita maravilhosa eu adoro a história das amazonas, então juntou tudo de bom!
      bjs

      Excluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo