21 maio, 2016

{Resenha #130} The Kiss of Deception - Mary E. Pearson ♥ Darklove


Oi, gente! Terminei de ler esse livro na sexta e como não poderia deixar de ser, vim correndo contar para vocês o que achei. Venho falando dessa história há alguns posts (aqui e aqui), até teve uma entrevista com a autora, feita pelos blogs parceiros, mediada pela Darkside, nos contando um pouco mais sobre o processo de criação dessa história.


Lia é uma princesa de um reino chamado Morrighanimerso em tradições, histórias e deveres. Ela é a Primeira Filha da Casa Real e foi prometida em casamento a um príncipe de outro reino. Não satisfeita com essa união, a jovem arquiteta um plano de fuga e parte rumo a sua nova vida. O príncipe, que seria seu marido, se vê então obrigado a encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?

A história nos é contada basicamente pelos olhos de Lia, a protagonista, e pelos dois homens que estão no seu encalço, alternando alguns capítulos entre esses três narradores. A autora se utilizou de um recurso um pouco diferente (eu pelo menos não conhecia) que foi nos fazer ficar sem saber quem era quem, quem de fato é o príncipe e quem é o assassino.


Lia foge com sua fiel criada Pauline (e única amiga) e se refugia num vilarejo distante de seu reino. Lá ela se estabelece como garçonete numa estalagem/ taverna de uma conhecida de Pauline e segue feliz com sua vida, mesmo tendo que trabalhar duro. Porém, Lia acha melhor governar a sua própria vida do que ser um soldado do exército de seu pai, o Rei. A garota se ressente de seus pais, pois nunca ouviram sua opinião em nada e em princípio não quer ser mandada para longe, um outro reino, como outros costumes e para um marido que ela nem sequer inspecionou....

Quando eu fiz o post de primeiras impressões a história estava me agradando bastante. Como eu falei lá, Lia, que é a principal narradora, nos relata tudo numa linguagem bem detalhada, quase poética e apaixonada.


"Durante minha vida toda sonhei com alguém 
me amando pelo que eu era. Por quem eu era. 
Não por ser a filha de um rei. 
Não por ser uma primeira filha. 
Apenas por mim. E, com certeza, não por que 
um pedaço de papel ordenava isso. 
- Página 160 "

Porém com o decorrer da leitura, essa descrição muito detalhada me entediou um pouco. Eu não li o livro desesperadamente, acho que levei em torno de uma semana ...por aí....Mas provavelmente isso se deveu ao fato de que a maior parte do livro é extremamente descritiva. Até os diálogos ficam no meio do texto, com aquelas "aspas".....Isso, como vocês sabem, deixa a minha leitura meio lenta (até hoje não consegui terminar de ler O demonologista por conta disso). Então achei algumas partes da leitura bem arrastada, sendo bem sincera.


Como já imaginado antes de começar a ler, iria haver o famoso triângulo amoroso, já que há de fato 3 pessoas interagindo, a princesa fugida Lia, o príncipe a ela prometido e o assassino. Porém a autora deu uma segurada na onda e não chateou muito com isso. Odeio esse recurso, pois detesto indecisão e sempre tendo a odiar um personagem mais do que o normal (veja minha aversão por Aspen, da trilogia da seleção, que li recentemente). E quando na chamadinha do livro veio escrito um quê de Jane Austen com Kiera Cass eu pensei...pronto, ferrou....Mas a "atração" que Lia sente pelos dois rapazes desconhecidos foi mais por conta de que ela não tinha muito contato com as pessoas, na minha singela opinião. Ainda mais rapazes mais ou menos da idade dela. Achei isso perfeitamente natural.

Uma coisa que me deixou inquieta e que não sei se será explicado mais para a frente (uma vez que são 3 livros) foi o seu pai aparentemente não ter feito tanto ou nenhum esforço para encontrá-la. A fuga com certeza foi inesperada e seria considerada ou uma traição ao próprio reino ou desobediência ao próprio pai. Nesse sentido acho que o Rei a procuraria a qualquer custo, nem que fosse para lhe punir.


Paralelo aos questionamentos de Lia, sua vida no Vilarejo, o que ela espera do futuro, os planos para matá-la, temos a história permeada pela parte histórica das crônicas, os direitos e deveres das pessoas, o "nascimento" dos reinos. Percebe-se que tudo é muito voltado para o lado religioso e cheio das mais variadas tradições, bençãos e sacramentos. Muito voltado para o sagrado mesmo. Porém nem tudo é muito bem explicado, ainda há muitos segredos. Acredito por ser tratar do livro um, a autora dá apenas aquela pincelada básica para que o leitor fique no mínimo curioso para saber do que se trata.

Muito se falou sobre essa história e o empoderamento feminino. Não sou expert no assunto, mas uma definição encontrada nesse site me fez refletir sobre o #girlpower. Sua condição sexual não deveria ser um empecilho para que você alcance os seus sonhos. E eu acho que é exatamente isso que Lia pensa. Se os seus irmãos (homens) podem se casar com quem amam, porque ela não?



Não vou me estender muito, se não vou acabar falando mais do que devo. Porém acredito que devido a essa combinação de fatores, a história (mesmo clichê) possa ser considerada bem interessante, já que podemos refletir e pensá-la sob várias óticas (e eu adoro isso em minhas leituras). A primeira que veio na minha cabeça foi acerca da maturidade de Lia. Ao fugir ela não estaria sim começando uma guerra, ao invés da aliança que o casamento traria? Porém só lendo para saber que há muito mais coisa envolvida, coisas que provavelmente ainda nem sabemos. Mas que espero descobrir em breve (Segundo volume, sai logo!).

Espero que tenham curtido os posts sobre essa leitura. Eu amei fazer, mas agora que acabei de ler vou ficar com saudades.





Livro cedido em parceria com a Editora Darkside. As opiniões do blog são as mais sinceras possíveis. Fotos do post são de minha autoria.

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

9 comentários:

  1. Bom, já sabia um pouco da história por causa do post de primeiras impressões, mas fiquei um pouco decepcionada em saber que a leitura não continua no mesmo ritmo, muita descrição acaba cansando ( fugindo um pouco do assunto, também não morro de amores pelo Aspen, nem fiquei indecisa ao saber que a América merecia muito vezes o Maxon) espero que os próximos livros explicam melhor as questões que ficaram em aberto, espero ler o livro e acompanhar esse amadurecimento da personagem, o que adoro fazer ao ler... espero que lancem logo os próximos livros, assim você mata a saudade rsrs( e eu fico ainda mais desesperada para ler logo essa belezura)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é....não foi uma leitura ruim, é que realmente dá uma cansada e "quebra" o ritmo da leitura que até então estava muito muito bom. Aí fiquei um pouco "desbundada" kkkkkkk......Mas como se trata do primeiro livro acredito que muitas revelações ainda virão. De coisas que não comentei na resenha para não dar spoiler, né? Leia logo, menina, e me conta o que achou...

      Excluir
  2. Essa foi a primeira resenha que li sobre o livro e confesso que gostei e achei interessante.
    Não sabia que fazia parte de uma trilogia =) ótimo saber que o segundo livro sairá em breve. Boa leitura para vc viu!!?? Só fiquei um pouco preocupada com essa questão do detalhismo/descrições que você citou, nem sempre isso é bom e concordo com você que acaba deixando a leitura arrastada.
    Mas enfim foi ótimo conferir suas impressões. Parabéns pela leitura, pelo texto e pelas fotos =)

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é....algumas pessoas gostam outras não, eu me canso facilmente....
      obrigada!

      Excluir
  3. É uma pena que a leitura ficou meio arrastada, realmente lembro de você animada no post das primeiras impressões :/
    Também não curto muito triângulos amoros, e fiquei feliz ao saber que a autora não deu tanta ênfase nessa questão e adorei esse recurso que ela utilizou de não revelar quem é o assassino e quem é o príncipe.
    E realmente, é muito estranho o pai dela não ter se esforçado para encontrá-la, mas talvez esse seja um ponto que a autora vai trabalhar nos próximos livros. Enfim, pretendo lê-lo em breve!
    E nem preciso comentar sobre a edição né? A Darkside arrasa! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Darkside arrasa mesmo né? Eu espero que todas as minhas "perguntas sem respostas" sejam respondidas no próximo livro e espero que a Darkside publique logo, para acabar com ansiedade, já que o final foi, digamos ...surpreendente kkkkkkkk
      Leia sim e depois fala o que achou da história..
      bjs

      Excluir
  4. Esse é só o primeiro de uma trilogia, então a falta de algumas explicações não me incomodou porque sei que virão (foi assim com a Trilogia dos Espinhos tmb). Achei o ritmo da história muito bom, sem a quebra que você menciona.

    Com relação aos diálogos com as aspas, bem... essa é uma característica da DarkSide que me decepciona bastante tbm, além do fato de optar em deixar os títulos no original em inglês.

    Não tenha pressa nenhuma em terminar O Demonologista, pode ler outras coisas, você não vai sentir falta alguma. =P

    Abraços!

    Momentum Saga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola! Pois é....foi o que imaginei também...que algumas "respostas" virão nos livros seguintes. Estou ansiosa por ler...
      Tenho outros livros da Darkside e confesso, isso nunca me incomodou como nesse....deve ser o tipo de história contada que não oi tão fluida com em outros livros.
      Sobre o Demonologista tá lá, parado, me esperando voltar para pegar nele, me deu um desânimo srsrsrsrs
      bjs

      Excluir
  5. Oi, Re!
    Apesar de não curtir textos detalhados, curti pacas a premissa dessa história. Bela resenha!

    Beijosssssss

    Simone Pesci
    http://simonepesci.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo