02 setembro, 2016

{Resenha #147} Birman Flint e o Mistério da Pérola Negra


Olá, pessoal, tudo bem? Quando o autor Sergio Rossoni me enviou um exemplar de Birman Flint eu fiquei empolgada. Conspiração e mistério numa história onde os animais são como humanos? Tô dentro! Porém li e parei, devido a muitos contratempos (falta de tempo) na vida pessoal (pode viver só de leitura?) acabei deixando de lado, assim como muitas outras leituras paradas.... Porém agora estou dando um gás nas atrasadas e agosto tem sido um mês bastante produtivo.....yeahhhhhhh...

Então vim contar um pouquinho para vocês sobre minha experiência com Birman Flint e o Mistério da Pérola Negra.

 
Após mergulhar num mundo sombrio cercado por assassinos e traidores, Birman Flint depara-se com uma estranha verdade em torno de um antigo legado transformado numa maldição. A busca pelo misterioso artefato conhecido como Ra´s ah Amnui pode ser a resposta para a conspiração em torno do Czar Gatus Ronromanovich e sua família, conduzindo Flint por caminhos obscuros muito além da sua própria compreensão. Um artefato, uma estranha seita e um assassinato, todos eles interligados por algo que parece representar a chave deste misterioso enigma. Uma jóia, um objeto de rara beleza ocultando em si um passado sombrio, lançando nosso herói numa corrida contra o tempo para salvar a dinastia Ronromanovich do desastre iminente.


Tudo começa no Porto de Siamesa, década de 20, quando um camundongo é friamente assassinado, porém antes de partir dessa vida ele deixa uma mensagem, totalmente a la Jacques Saunière (ahahahahaha). A partir da investigação dessa morte a história começa a se desenrolar e em um dado momento somos apresentados a Birman Flint, um gato que é repórter investigativo do Diário do Felino. Tipo um Clark Kent de quatro patas srsrsrs.

Logo Birman Flint mergulha na investigação do caso. A fantasia e o enredo policial estão presentes em toda a história. Fantasia pelo simples fato de os personagens serem animais, porém tão humanos quanto eu ou você! Adorei a escolha dos nomes! Mundongovich, Ratatusk, Ronromanovich, Esquilovisky....só para vocês terem uma noção...

O história me trouxe muitas referências (e lembranças de histórias policiais antigas, de jornalistas detetives com bloquinhos na mão). O autor junta muita coisa (muita coisa boa que dá certo) e pende para as grandes histórias de mistérios da década de 30 com um estilo meio Sherlock Holmes e Clark Kent de ser do seu gato repórter.

Nesse blog aqui o ilustrador Ronaldo Barata fala de seu trabalho na capa e na ideia dos personagens. Eu AMEI, e acho que sinceramente deveria virar um livro ilustrado, uma história em quadrinhos em forma de mangá pois os personagens são riquíssimos em detalhes. Ia ser o máximo!!!!!!





Parece que nosso agente assassinado nos deixou um grande enigma a ser decifrado. Estranhas inscrições, uma mensagem codificada, quem sabe...


Uma coisa que me entediou um pouco na leitura (e eu que sou meio chata para essas coisas) foram as descrições excessivas. Embora o leitor possa mergulhar no ambiente e imaginar tudo tim por tim tim, eu tenho um certo problema com isso, pois me distraio facilmente e perco o fio da meada. Não curto parágrafos muito longos e Birman Flint tem várias páginas "explicativas". Isso me incomodou, eu confesso! Mas como o livro é o primeiro de uma série pode ser mais explicativo devido a isso.... 

O livro é o primeiro do autor Sérgio Rossoni e espero que venham outros mais, pois o autor é muito criativo e como ele mesmo conta, apaixonado por suspense! E quem não é?

Minhas impressões foram positivas e estou no aguardo de ler mais do autor ♥.

E vocês, quem já leu?? Me contem o que acharam...

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

3 comentários:

  1. Opaa, um livro cheio de criaturas, investigações e fantasia, além de uma capa muito legal!! Não conhecia este livro, adoro as publicações da Chiado e imagino o quanto o livro seja bom mesmo!

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito de romance policial, mas adorei a ideia dos personagens gatos. Vou mostrar para os meus amigos, isso é a cara de vários deles.

    obg
    o//

    ResponderExcluir
  3. Oii!
    Ainda não conhecia o livro e fiquei bem interessada! Também não gosto de descrições muito excessivas, mas acho que curtiria a leitura! Ótima resenha ♥ Seguindo seu blog, flor ♥

    Beijão!
    http://cantinhodosrabiscos.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo