09 novembro, 2016

Apresento Luke, meu vira lata ♥ (Parte 1)


Olá, pessoal, tudo bem? Nunca comentei aqui com vocês, mas há uns meses adotei um cachorrinho! Era uma coisa que estava querendo há um tempão, mas como moro em apartamento ponderei bastante o fato, justamente com medo de o bicho se sentir muito "preso". Mas depois fiquei pensando que se fosse assim ninguém que more em apartamento teria um cachorro, enfim... Então, claro, conversei com marido, né? Afinal, somos dois a morar no cafofo...

Um belo dia, a oportunidade apareceu! Onde minha mãe mora é uma espécie de vila de casas. O pessoal que mora na frente tem uma cachorra vira lata, a Kira. Mas a cachorra vive mais na rua do que outra coisa, eles não cuidam direito da bicha, tanto é que nessa altura a vida dela (meio velhinha já) ela fica dando cria. A última cria deu 4 filhotes, um macho e três fêmeas. E eis que quando eu vi, eu falei: é meu!!!


Como eu falei, eles não cuidam direito nem da cachorra, que dirá dos filhotes, que são pequenos e dão mais trabalho. Tanto é que a dona queria logo se livrar dos pequenos e quase deu meu Luke para outra pessoa.

Acabei trazendo ele para casa com apenas 25 dias. O bicho não tinha nem desmamado direito ainda, mas como a mãe já estava meio bolada para amamentá-los o pobrezinho estava cheio de fome. Como eu estava de férias (isso foi em maio) corri lá na casa da minha mãe, peguei o filhote com a vizinha e fui para o veterinário. Lá ela pesou, falou sobre vermífugo, das vacinas, algumas coisas básicas para marinheiros de primeira viagem.




Um das coisas muito importantes que ela falou, foi sobre um bichinho de pelúcia. Longe da mãe e dos irmãos é claro que ele ia chorar, né? Como no primeiro dia eu acabei ficando na casa da minha mãe, meu pai praticamente "tomou posse" e ficou tomando conta dele de noite. Ele chorou, óbvio, né? Mas até que não perturbou muito não....Tudo dentro da mais completa normalidade. 

No comecinho acabamos dando a ração na boca dele, pois o pote que eu comprei era meio alto para ele. Mas pelo fato de que ele era bem miúdo mesmo, pois foi desmamado cedo. Mas Luke mastigou a ração logo de cara, sem problema, sem eu precisar triturar, essas coisas!

 Tudo na minha vida esse urso! 



Uma coisa a se saber sobre filhotes é que eles dormem bastante e sentem frio. Então eu sempre cobria ele com uma mantinha ou paninho para ele não ficar tremendo de frio. A vida nessa idade se resume a comer e dormir para quase todas as raças, né?

Como estava em casa, estava dando a atenção necessária. E foi por isso que eu resolvi adotar o Luke nas férias, para eu poder dar atenção até ele ficar maiorzinho antes de ficar sozinho em casa a maior parte do dia. Comprei uns brinquedinhos para ele e umas coisas de morder para ele se divertir.



Luke era um pitico, olhem só! Bem quietinho até. Deu o trabalho normal que qualquer filhote dá. Deu umas choradinhas de noite, mas acho que foi coisa de uma semana e meia no máximo! Depois ele acabou se acostumando, com a gente, com a casa, etc.







Quando ele era bem pequenininho ele sempre gostou de dormir ou no nosso pé ou no chinelo, que detalhe ele comeu os meus todos!!!!!!! Digo todos, pois tinha muitos pares de havaiana (uma pequena coleção), mas essa parte pula! Do Roberto ele nunca comeu nada, só as meias...já meu...ahhhhh, até os óculos foram pro brejoooooo....




Vida de filhote é triste, né? Só comer, dormir e engordar ahahahahaha ♥

É isso, no próximo post conto mais sobre o Luke para vocês!

Espero que tenham gostado!

Beijos!

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

1 comentários:

  1. Awn Luke é uma graça
    Adoro cachorros, mas não sei se teria caso morasse em apartamento. Sou do tipo que acha que o cachorro vive mais feliz com quintal. Adorei conhecer seu bebê.
    Beijos


    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo