28 janeiro, 2017

{Resenha #164} Quando o amor bater a sua porta - Sam Holtz ♥


FINALMENTE li Quando o amor bater a sua porta, da querida autora Samanta Holtz. 

Recebi esse livro da Editora Arqueiro já tem alguns meses, mas sabe quando outras leituras acabam passando na frente? Pois bem, foi isso que aconteceu com esse livro. Mas determinada a zerar as minhas leituras pendentes de 2016 eis que TERMINEI de ler. Rápido até, acho que levei uns 3 dias só....


A Sam tem um jeitinho todo dela de escrever. Eu já tive o prazer de ler O pássaro, que foi o primeiro que li e Renascer de um outono. Só não li ainda o o Quero ser Beth Levitt.

Quando o amor bater a sua porta é o primeiro livro da Sam publicado pela Editora Arqueiro, espero que seja o primeiro de MUITOS, pois a Sam merece todo o sucesso!

Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu. Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.

Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.

Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.


Foi bom que a Sam juntou a história da perda de memória do moço com o coração fechado de Malu. Ela é jovem, adulta, independente, porém pouco resolvida em alguns quesitos, como o amor, por exemplo. O que é estranho, já que a autora é justamente de romances...srsrsrsrsr. Mas já ouvi falar que a Super Nanny não tem filhos e aí?? ahahahahahaha..enfim, voltando....

A verdade é que a escritora acaba se importando com a pessoa perdida que vê a sua frente e mesmo sem querer acaba ajudando, e com isso muitas coisas vem a tona na sua vida! O que foi até bom, pois é bom se reencontrar ♥ E ela havia se perdido em algum momento de sua vida....

Como o livro é de romance já imaginamos o que vai acontecer no final, embora até pareça que não....mas os finais são sempre previsíveis...Como eu gosto de falar, como o autor vai desenrolar sua história aparentemente clichê é o que é o mais legal de toda a jornada.  Na verdade é isso que me faz querer ler um livro que imagino que a história seja "clichê"...As vezes o autor pode nos surpreender!

Eu tenho uma leve queda por personagens secundários, então o vovô de Malu e sua secretária atrapalhada são um showzinho a parte. Gostei muito do amor que ela tem pela sua escritora favorita.

Embora muitos possam ter pensando que a Malu pode ser ou parecer a Samanta eu confesso que isso não passou pela minha cabeça...Tentei imaginar uma Malu totalmente diferente dela ahahahahah....pois imagino que ela não tenha mesmo se inspirado nela, mas não sei....

Como eu falei espero que a Sam publique muito mais pela Arqueiro para nos encher de boas histórias ♥



Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

1 comentários:

  1. Querida Rê!

    Demoroooou, mas finalmente li sua resenha aqui no blog! UHUUUUUUUUUU! \o/

    Muito obrigada por esse post tão caprichoso sobre meu livro, com uma resenha tão carinhosamente escrita e essas fotos liiiindas!!! Amei saber sua opinião sobre a história e sobre os personagens :)

    Ahhhhh e que bom que você não ficou me imaginando no lugar da Malu! hahahah Alguns leitores fazem isso e começam a achar que eu penso igual a ela, especialmente para responder entrevistas - como ela no começo da história! kkkkk

    Beijo enormeeeee e obrigada mais uma vez!

    PS: "já ouvi falar que a Super Nanny não tem filhos e aí?" - foi ótima! hahaha

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo