15 julho, 2017

[Resenha]: O Jardim das Rosas Submersas — de Susy Ramone

Dias atrás recebi essa MARAVILHA, ou seja, o novo lançamento da minha amiga e parceira, Susy Ramone (P.S: Obrigada, Su!). 💘💘💘 E, falando nisso, como fã incondicional, passei a leitura na frente. o/ A autora escreve o gênero terror/horror — e, a meu ver, é uma das melhores nessa categoria. Agora convido a todos para conferir a sinopse e o meu parecer de "O Jardim das Rosas Submersas", uma publicação da editora Coerência

Sinopse: O Jardim das Rosas Submersas é belo à primeira vista e ao encantar-se com os diferentes tons de vermelho, o retorno à realidade não será tarefa simples. As pétalas luzidias e convidativas o transportarão a um universo repleto de criaturas fantásticas, onde fantasmas, lobisomens, vampiros, bruxas, anjos, demônios e uma infinidade de seres notáveis dividirão espaço com a mais sombria condição humana; a loucura. Este é um Jardim plantado pouco a pouco ao longo dos anos. Prepare-se para um grande passeio! Contemple as Rosas, colha-as se for da sua vontade. Tenha cautela, porém. Não se esqueça dos espinhos.




"Porque o espinho que se colhe, é da árvore que se planta..." 

Uma compilação aterrorizante! 

Trata-se de uma coletânea de contos de terror/horror, onde o leitor ficará a mercê do sobrenatural e fantástico. Ao todo são 54 contos escritos entre 2004 e 2016, um registro com narrativas simples e, ao mesmo tempo, sofisticada. Deixarei abaixo cinco quotes de alguns contos que tanto gostei. o/ 

"— Eu o amaldiçoo! — foi gritando enquanto era arrastada pelos soldados — Amaldiçoo tua família, todas as tuas gerações, amaldiçoo este lugar! — a voz foi sumindo conforme se afastavam e o restante da festa foi coberto por um clima nebuloso." (Livro: O Jardim das Rosas Submersas / Conto: O Senhor do Castelo) 

"De alguma forma, meus olhos foram abertos para enxergar o que realmente acontecia, e quando caiu a máscara da ilusão, vi que não somente Tiffany, mas todos os presentes eram hórridos mortos-vivos que se esfregavam uns aos outros desmanchando-se em carne putrefata." (Livro: O Jardim das Rosas Submersas / Conto: Hotel Califórnia) 

"Bem, ela não quer abrir os olhos, pois sabe que os verá. Os cadáveres frios e inertes que viola durante o dia ganham vida e perambulam pelo seu apartamento durante a noite." (Livro: O Jardim das Rosas Submersas / Conto: Rosas Rubras) 

"Lembrou-se da sua visita a Machu Picchu, a cidade perdida dos Incas. O mesmo ar místico e sobrenatural aguçava a curiosidade do arqueólogo recém-formado. Estava pronto para analisar o minério e o seu arranjo circular. Parecia um cemitério indígena, mas ainda não tinha certeza." (Livro: O Jardim das Rosas Submersas / Conto: O Cemitério Maldito) 

"Branca de Neve percebeu que aquela inscrição na testa de seu monstro, se lida de trás para frente coincidentemente formava a palavra EVIL e não havia melhor palavra que pudesse expressar tudo o que ela havia se tornado. Nenhum sentimento de bondade restara nela, e a princípio, tudo que queria era se vingar daqueles que a maltrataram." (Livro: O Jardim das Rosas Submersas / Conto: Branca de Neve Evil)






Quem bem me conhece sabe que não sou muito fã de coletâneas/antologias, mesmo porque gosto de me envolver com o que estou lendo, o que se torna mais difícil tratando-se de contos. No entanto, com este livro, a autora conseguiu o inimaginável: estou ansiando por um livro de cada conto — rs. E isso já era de se esperar, pois sendo a Susy Ramone a autora, eu leio até mesmo a sua lista de compras. o/ 

O Jardim das Rosas Submersas é uma viagem obscura, onde o leitor ficará de frente com bruxas, lobos, anjos, demônios, vampiros, fantasmas, criaturas fantásticas, e, principalmente, versões — digamos assim — Dark de histórias infantis e cantigas de rodas. Além disso, há algo que chamou bastante minha atenção: alguns contos foram inspirados em canções e histórias já existentes, onde a autora originou de forma peculiar, isto é, do jeitinho aterrorizante que só ela sabe fazer. Eu, particularmente, me envolvi com todo conteúdo: é claro que alguns contos gostei mais, outros menos. Porém, incontestavelmente, AMEI TUDO QUE LI!!! 💘💘💘 

Os contos são narrados em primeira e terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está excelente, com fontes e espaçamentos em bom tamanho, levando consigo um toque artístico a cada início e final de capítulo, adornada em papel pólen off-white (o amarelinho mais claro); e a capa está linda, condizendo com o conteúdo — diga-se de passagem — um tanto sombria. Por fim, para os fãs do gênero, é um prato cheio. Arrisque-se viajar nesse jardim aterrorizante!!! 


Livro: O Jardim das Rosas Submersas 
Autora: Susy Ramone 
Gênero: Contos de terror 
Editora: Coerência 
Ano: 2017 
Páginas: 328

Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com.br/

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo