09 julho, 2017

[Resenha]: TALVEZ UM DIA — de Colleen Hoover

Meu coração ainda está batendo descompassado com essa leitura. A propósito, essa escritora consegue me entorpecer de forma inimaginável. Esse é o terceiro livro de sua autoria que leio. Eu ganhei essa lindeza da moreca Thainá Alves, do blog "Eu leio, e você?" (P.S: Obrigada, Iná!). 💘💘💘 Agora convido a todos para conferir a sinopse, book trailer e meu parecer sobre TALVEZ UM DIA, obra da autora Colleen Hoover, uma publicação da Galera Record

Sinopse: Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex-melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.



"Porque, talvez um dia, o amor aconteça..." 

Um enredo maravilhoso! 💘💘💘 

Sidney Blake é uma compositora em busca de independência. Ela divide o apartamento com sua amiga, Tori, e namora com Hunter. O que Sidney não contava é que durante dois anos estava sendo traída pela amiga e o namorado. E o mais trágico é que descobre isso no dia que está completando vinte e dois anos.


"Acabei de dar um soco na cara de uma garota. E não foi a de uma garota qualquer. Foi a da minha melhor amiga, com quem divido apartamento. Bem, cinco minutos depois, acho que devo chamá-la de ex-colega de apartamento." (Livro: Talvez Um Dia, Pág.9) 

Ridge Lawnson tem vinte e quatro anos: ele é surdo/mudo e toca violão todas as noites. Namora com Maggie há cinco anos (que tem a mesma deficiência, porém não tão intensa), e mora no apartamento de frente com o de Sidney. Ridge está passando por um bloqueio criativo — e ao trocar uma mensagem (via celular) com Sidney, consegue ajuda para a letra de uma canção. É ele quem conta sobre a traição... E também é ele quem dá abrigo a ela, cedendo um quarto em seu apartamento, em troca de ajuda com o bloqueio. Warren (seu melhor amigo), e Bridgette (não tão amiga assim), também moram no apartamento. 

"Eu: Só me prometa uma coisa: que nunca vai ser um Hunter e que eu nunca, jamais, serei uma Tori. 
Ridge: Prometo. E isso é impossível, porque a gente tem muito mais talento que eles." (Livro: Talvez Um Dia, Pág.125) 

O sentimento torna-se vigente, e mesmo comunicando-se apenas via celular e laptop, a conexão entre eles só aumenta, deixando-os numa sinuca de bico, principalmente tratando-se de Maggie. Afinal, como agir quando o coração se parte em dois, permitindo amar duas pessoas ao mesmo tempo?!


"Ficamos assim por vários minutos, e me perco no modo que Ridge me envolve. Ele está me abraçando de um jeito que me faz vislumbrar como seriam as coisas entre nós. Tento afastar aquelas palavras do meu pensamento, aquelas palavras que sempre surgem na minha mente quando estamos juntos. Talvez um dia." (Livro: Talvez Um Dia, Pág.219) 

TALVEZ UM DIA é uma história que aborda "traição e suas consequências", ou seja, o quão difícil é prosseguir e não cometer os mesmos erros. O enredo é uma linda história de entrega, onde os protagonistas descobrem o verdadeiro amor. Contudo, aos olhos de todos (até mesmo de Sidney e Ridge), aquele não era o momento apropriado para se apaixonar. O casal sofre uma metamorfose, onde o sentimento torna-se vigente, preenchendo buracos que — até mesmo Sidney e Ridge — pensavam não existir. Nessa história temos como recheio: amizade e verdade. Não posso dizer muito sobre a trama, pois soltarei spoilers. 

Colleen Hoover tem o dom de criar histórias divinas, onde transpõe em palavras sentimentos adversos, levando verossimilhança em seus textos, algo que me fez fã de carteirinha. o/ Para alguns pode parecer "o mais do mesmo", mas, para mim, sempre será "o mais do mais". E com esse livro não foi diferente: quando penso que já li o seu texto mais lindo, me deparo com outro conteúdo desenvolvido delicadamente e com coração. Sempre que inicio a leitura de um texto da Colleen, sei que vou transbordar em coração. E, aqui, a avalanche de sentimentos foi com "quase todos" os personagens. Os capítulos finais foram de perder o fôlego, do jeitinho que só a autora saber fazer, levando um desfecho lindo e com uma maravilhosa lição. Se eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI!!! EU HIPER, MEGA, MAX, ULTRA AMEI!!! E leio até mesmo a lista de compras da autora. o/ 

O enredo é narrado em primeira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação é simples, com fontes e espaçamentos em bom tamanho, adornada em papel off white (o amarelo mais claro); e a capa é linda, estampando Sidney e Ridge em um dos momentos que compõe juntos. Por fim, para você que curte um lindo drama/romance, eis essa belíssima pedida. 


Livro: TALVEZ UM DIA 
Autora: Colleen Hoover 
Gênero: Drama/Romance 
Editora: Galera Record 
Ano: 2016 
Páginas: 368

Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com.br/

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

1 comentários:

  1. Si, estou AMANDO ter você por aqui, amanado suas leituras e resenhas e AMANDO mais ainda suas fotos, tá??
    feliz feliz feliz ♥♥♥

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo