18 setembro, 2017

{Resenha #209} Maurício - A história que não está no gibi


PARA TUDO AGORA! Sério, vocês precisam ler essa biografia INCRÍVEL dessa pessoa INCRÍVEL! Quem está mais ou menos na minha faixa etária (passou dos 30 eheheheheh) com certeza cresceu lendo os gibis da Turma da Mônica, que fez e faz parte da infância de gerações de crianças, afinal ela já passou dos 50 anos.



Eu fiquei tão feliz quando recebi esse livro da Editora Sextante, gente! Como não amar o pai da Mônica?? E ainda veio com um pôster da capa do livro (que vou colocar em uma moldura).



Já começa que o livro chegou nessa caixa m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a!!!! Até falei dele aqui , mas ainda não tinha lido...

Bom, comecei a ler e não parei mais! Quem me acompanha aqui sabe as biografias que já li (João Gordo, Zé do Caixão, Stephen King), tenho gostado muito. É muito bom ler sobre pessoas inspiradoras de alguma forma. E Maurício de Souza é uma dessas pessoas. Um dos maiores cartunistas do Brasil, batalhou muito para ter seus personagens conhecidos pelo mundo! 💗💗

Ele fala da sua infância em São Paulo, do início da carreira como desenhista, como criou a maioria de seus personagens e por aí vai...Conta de vida dele, de uma foma leve, bem escrita e até bem humorada. Digo bem humorada, pois o desenhista passou bastante perrengue até virar sucesso e conseguir manter esse sucesso.

Teve uma parte que ele fala que após retornar do exterior com um prêmio na bagagem a imprensa começou a assediá-lo e lhe dar o status de ídolo, como se ele tivesse começado a fazer sucesso da noite para o dia, só que ele levou 12 anos para fazer esse sucesso da noite para o dia!!!!!! 


Mauricio de Sousa nasceu em 27 de outubro de 1935, numa família de poetas e contadores de causos, em Santa Isabel, no interior de São Paulo. Ainda criança, descobriu sua paixão pelo desenho e começou a criar os primeiros personagens. Com 19 anos, tentou trabalhar como ilustrador na Folha da Manhã (hoje Folha de S.Paulo). Conseguiu uma vaga de repórter policial. No ano de 1959, publicou sua primeira tira, com o garoto Franjinha e o seu cãozinho Bidu. E logo espalhou seu trabalho por jornais de todo o país. 


Em 1970, quando já contava com um estúdio com diversos profissionais, lançou a revista Mônica, que abriu caminho para títulos de outros personagens. O sucesso extrapolou os quadrinhos e chegou ao cinema, ao teatro, à televisão, à internet, aos parques temáticos e até a exposições de arte. Mauricio de Sousa ocupa a cadeira número 24 da Academia Paulista de Letras.


Muita coisa que eu li nesse livro eu já sabia (pois já quase virou lenda ahahahah) como o fato de que ele transformou seus filhos em personagens desde que criou a Maria Cebolinha, irmã do Cebolinha, inspirada na sua filha Mariângela.....De lá para cá o resto é história, principalmente com a criação da Mônica, seu personagem mais famoso!!! A baixinha, dentuça, gorducha de vestido vermelho veio mesmo para arrebatar os nossos corações!!!!!


Não sei se a Mônica é o melhor personagem do Maurício (eu por exemplo AMO o Horácio e o Penadinho 💗💗), mas com certeza é sua criação mais famosa. Uma menina de 7 anos, baixinha, gordinha (naquela época não tinha esse negócio de bullying não...oh troço chato, já pensou??) que é muito amada por todos os seus amigos, mas que é muito mandona ahahahahahah.....Quem nunca de achou "a dona da rua"?? Quem nunca teve um brinquedo que arrastava para cima e para baixo?? Mônica e seu inseparável coelho Sansão povoam a infância de muita gente....Como eu disse, inclusive a minha. Crianças são crianças! E amaram a Mônica e amam até hoje! Seja sem suas histórias com moral, sejam em suas histórias divertidas e aventureiras!

E claro, não dá para amar a Mônica sem amar o Cebolinha, o Cascão, a Magali, o Mingau...e muitos outros personagens!

Eu tenho até hoje o gibi de comemoração dos 30 anos da Mônica (ele é de 93) e pasmem! Ela já passou dos 50!!! Tá lá guardadinho como uma relíquia....

Sempre li gibis, e passei por todos os da Turminha, os especiais, os gibizinhos, as edições comemorativas...enfim.....os gibis são demais!


Enfim, não tem como falar mais coisas boas desse livro! Deixo vocês com o escrito da contra capa, que é mesmo a cara do Maurício de Souza:

“Ideias mudam o mundo – poucos chavões são tão verdadeiros e inspiradores. Não mudei o mundo nenhuma vez. Mas, à minha maneira, acho que o melhorei um pouquinho ao gerar bons momentos, diversão e entretenimento para milhões de brasileirinhos. 
Raros são os autores, no Brasil e no exterior, que podem dizer que foram lidos com o mesmo prazer por avós, filhos e netos. Ou que carregam na bagagem a honra e o privilégio de saber que suas criações, com gibis ou livrinhos agindo como cartilhas informais, ensinaram pelo menos três ou quatro gerações a ler – disparado, meu maior orgulho. 
Em última instância, sou um sobrevivente, um homem que começou do nada, realizou seu sonho e não quer desistir dele de jeito nenhum. 
Enquanto eu estiver por aqui, saiba que foi você quem sempre alimentou meus sonhos. Depois que eu partir, não se esqueça de que ideias, e também sonhos improváveis, é que movem o mundo. De um jeito ou de outro, sempre estarei com vocês.” - Mauricio
Enfim, vale a pena essa leitura!

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo