[Resenha]: A IRMÃ DA PÉROLA, A HISTÓRIA DE CECI — de Lucinda Riley

Eu recebi esse livro em parceria com a editora Arqueiro, para resenhar aqui e, claro, no meu blog pessoal. Trata-se do lançamento da autora Lucinda Riley, o livro 4 de uma série inspirada na mitologia da famosa constelação. Neste é apresentada a história de Ceci, uma mulher em busca do seu lugar no mundo. Confira a sinopse, book trailer e o meu parecer sobre "A IRMÃ DA PÉROLA".

Sinopse: Ceci D’Aplièse sempre se sentiu um peixe fora d’água. Após a morte do pai adotivo e o distanciamento de sua adorada irmã Estrela, ela de repente se percebe mais sozinha do que nunca. Depois de abandonar a faculdade, decide deixar sua vida sem sentido em Londres e desvendar o mistério por trás de suas origens. As únicas pistas que tem são uma fotografia em preto e branco e o nome de uma das primeiras exploradoras da Austrália, que viveu no país mais de um século antes. A caminho de Sydney, Ceci faz uma parada no único local em que já se sentiu verdadeiramente em paz consigo mesma: as deslumbrantes praias de Krabi, na Tailândia. Lá, em meio aos mochileiros e aos festejos de fim de ano, conhece o misterioso Ace, um homem tão solitário quanto ela e o primeiro de muitos novos amigos que irão ajudá-la em sua jornada. Ao chegar às escaldantes planícies australianas, algo dentro de Ceci responde à energia do local. À medida que chega mais perto de descobrir a verdade sobre seus antepassados, ela começa a perceber que afinal talvez seja possível encontrar nesse continente desconhecido aquilo que sempre procurou sem sucesso: a sensação de pertencer a algum lugar.




"Porque os erros podem ser mais fecundos que as verdades" 


UMA TRAMA MARAVILHOSA! 💘💘💘 

Ceci D' Aplièse tem vinte e oito anos e está desolada, pois o pai adotivo faleceu e sua irmã, Estrela, distanciou-se. A ela foi destinada uma herança, o que fez com que largasse a faculdade e, a pedido do pai, fosse em busca de suas origens. Ela sofre de dislexia. 

"Além disso, peço que procure, assim que possível, o meu querido amigo e advogado Georg Hoffman. Não se preocupe, ele tem boas notícias a dar, informações que fornecem uma ligação com o seu passado e vão colocá-la no caminho certo se você quiser saber mais sobre a sua família biológica." (Livro: A IRMÃ DA PÉROLA, Pág.26)




A caminho de Sidney ela faz uma parada em um dos lugares que já esteve com a irmã, nas deslumbrantes praias de Krabi, na Tailândia. Sem ter onde ficar, passa a noite numa gruta. Logo é carregada por dois seguranças e apresentada para Ace, um homem aparentemente de origem simples, que carrega um segredo e a hospeda em sua casa luxuosa. 


"— Se você... ouvir coisas sobre mim no futuro, tente não me julgar. Você sabe que as coisas nunca são exatamente o que parecem. E... — eu sabia que ele estava se esforçando para encontrar as palavras — ... às vezes você tem que fazer certas coisas para proteger aqueles que ama." (Livro: A IRMÃ DA PÉROLA, Pág.145) 


Os dias passam e Ceci se envolve de forma íntima com Ace. E antes de partir, ganha dele um livro, intitulado: "Kitty Mercer, a pioneira das pérolas", uma história que se passa em Edimburgo/Escócia, em Outubro de 1906. Uma história que, de alguma forma, faz parte de suas origens. Sendo assim, depois de alguns dias com Ace, ela inicia sua caminhada.


"— Sou a prova viva de que parentes encontram parentes, de que milagres acontecem. — Ele abriu um fraco sorriso e vi que contar a história o deixara exausto e abalado. — Não podemos perguntar quais são os motivos para as coisas extraordinárias que nos ocorrem. Eles estão lá em cima... os ancestrais, ou Deus, são os únicos que sabem as respostas. E não as saberemos até irmos para lá também." (Livro: A IRMÃ DA PÉROLA — A História de Ceci, Pág.384) 

Agora cesso os comentários para não soltar mais spoilers

Ao receber o material com os lançamentos da Arqueiro, não hesitei em escolher essa trama. Apesar de ser o quarto livro de uma série, não há problemas em lê-lo, pois a ordem dos fatores não altera o produto. Adianto que as 528 páginas transcorreram de forma deliciosa: entretendo-me e deixando-me instigada. 

A IRMÃ DA PÉROLA é uma história de busca, um encontro consigo. Narrada entre o passado e o presente, fiquei de frente com personagens consistentes e que grudam na memória. No presente temos Ceci, uma mulher em busca de suas origens e tentando se encontrar no que de fato gosta de fazer, ou seja, pintar quadros. No passado temos Kitty, uma mulher que revolucionou o mercado de pérolas da época. Confesso que gostei de ambos, mas o passado ganhou um lugar especial no meu coração. Em verdade, pensei que a história seria focada num romance entre Ceci e Ace, mas fui positivamente surpreendida: com um enredo bem construído e personagens cativantes, e que ao final da trama, leva uma linda mensagem. Se eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI! EU SIMPLESMENTE AMEI!!! E, particularmente, fiquei muito interessada em conferir os outros livros da série. Agora me resta sair dessa baita ressaca literária. 💘💘💘 

O livro é narrado em terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está excelente, com fontes e espaçamentos em bom tamanho, adornadas em papel off-white (o amarelo mais claro); e a capa é bonita e atraente, estampando Ceci de costas, admirando o horizonte. Por fim, para quem curte uma trama com aventuras, drama, e, claro, romance, eis essa belíssima pedida. \o/\o/\o/ 


Livro: A IRMÃ DA PÉROLA, A HISTÓRIA DE CECI (Livro #4) 
Autora: Lucinda Riley 
Gênero: Ficção Irlandesa/Romance 
Editora: Arqueiro 
Ano: 2017 
Páginas: 528

Abraços literários,
Simone Pesci
https://simonepesci.blogspot.com.br/

Um comentário

  1. Ano que vem pretendo investir em vários livros da Lucinda e com certeza essa série estará na minha lista de aquisições. Eu não tenho coragem de ler fora de ordem, vc foi corajosa. Ainda bem que a leitura fluiu tranquilamente. Ameis conferir suas impressões. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥