13 janeiro, 2018

{Resenha #227} Contando estrelas - Luciane Rangel


Puxa, vida, nem sei por onde começar com essa resenha....O livro é tão fofinho, com uma história tão singela, que digo logo de cara que recomendo bastante!

Comprei na Bienal Rio 2017 e claro peguei meu autógrafo com a Lu ♥ (não podia deixar passar, né? Quase todos os meus nacionais são autografados).


Li em 2017 e até então não tinha falado dele por aqui. 

A ideia de um trabalho voluntário nunca passou pela cabeça de Elisa. Na verdade, era algo que ela jamais faria, não fosse essa uma exigência louca de uma das professoras da escola. O trabalho em dupla poderia ter sido com uma de suas amigas ou com o lindo do Miguel... Mas quis o destino, e o sorteio feito pelas mãos da professora, que o escolhido para ser seu par fosse o aluno novato da turma, um sujeito meio esquisito, calado, e que passava os intervalos das aulas no estranho hobby de dobrar estrelas de papel, como se elas tivessem algum significado.


Mal sabia ela que o trabalho realizado em um hospital infantil, junto à companhia do “esquisitão”, fosse acrescentar muito mais à sua vida do que as aulas do colégio. Ele parecia enxergar nas pessoas muito além do que olhos comuns poderiam ver, e suas estrelas pareciam fazer parte de algo maior do que um simples hobby. Algum tipo de missão, um tanto quanto mágica, que ela não era capaz de imaginar e que poderia tanto lhe trazer redenção quanto um coração partido. Elisa jamais imaginaria que surgiriam sentimentos com relação àquele garoto que tanto lhe intrigava.




Mais uma "menina da Lu" numa história cheia de fofura e significado. Elisa parece ser uma menina fútil e sem conteúdo a princípio, mas nem é tanto assim....As coisas que ela conhece estão em "seu mundo". E as vezes mergulhar no mundo de outra pessoa é complicado...E ela acaba fazendo isso por culpa (ou será destino?) de um trabalho da escola.

E quis o sorteio da professora (ou de novo será o destino?) que ela fizesse dupla com Fábio, o garoto mais calado da classe, parecendo o mais pobre e que tem aquele estranho hábito de dobrar estrelinhas de papel...Elisa fica furiosa a princípio, mas que jeito há??

Com o tempo e o tipo de trabalho que eles estão realizando (ou ela não realizando srsrsrs) alguns de seus pré-conceitos vão caindo por terra e a menina vai enxergando o mundo que a cerca com outros olhos...sem os óculos embaçados e cor de rosa que lhe roubavam a visão!


É claro que em dados momentos sabemos o que vai acontecer e a Luciane acaba utilizando uma fórmula chamada de clichê por alguns, mas que funciona muito bem na história singela que ela se propõe a contar. Eu gosto muito da escrita dela, de outros livros que li (e me orgulho!). E Contando Estrelas não é diferente.

A gente se pega torcendo por Elisa e ficando feliz com sua ingenuidade sendo colocada a prova em cada obstáculo que é colocado em sua curta vida. Afinal ela é uma menina muito jovem e que não sabe muito do mundo que a cerca porque nasceu em "berço de ouro". Será mesmo?

Deixo a dúvida no ar...ahahahahaha.....



Minha singela coleção de livros da Luciane Rangel ♥

Achei Contando Estrelas ainda mais legal que Destinos de Papel e Tenshi. Mas conforme vou lendo as histórias da Lu cada vez mais vou percebendo muitas belas mensagens que ela nos transmite com as suas palavras!

Formada em Farmácia Hospitalar. Apaixonada por ler e escrever desde sempre. Criou o Blog em 2013 para compartilhar seu amor pelos livros, séries e filmes.

Comente com Blogger
Comente com Facebook
Comente com Google+

1 comentários:

  1. Rê, você é uma lindaaaa! <3 Obrigada pelo carinho, amore.
    Amei muito a sua resenha. E amei saber que você se encantou por Contando Estrelas ^_^
    Beijocas!

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥

 
Uma leitura a mais © Todos os direitos reservados :: Design e desenvolvimento por Gabi Melo :: voltar para o topo