[Resenha]: CORTE DE NÉVOA E FÚRIA — de Sarah J. Maas

Eu ganhei essa série de presente da minha amiga/blogueira, Josy Borges (P.S.: Obrigada, more!). 💘💘💘 A propósito, o primeiro livro da série resenhei dias atrás (para conferir a resenha, clique AQUI), tentando não passar spoilers preciosos, mas que, agora, com a sinopse do segundo livro, serão revelados. Confira a sinopse e o que achei de "CORTE DE NÉVOA E FÚRIA", o segundo livro da série CORTE DE ESPINHOS E ROSAS, obra da autora Sarah J. Maas, uma publicação do grupo editorial Galera Record.

Sinopse: O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da série Trono de vidro Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos. 

A SEGUIR, SPOILERS... 

"Porque a melhor liberdade é a que nos dá asas..."

UMA SEQUÊNCIA MARAVILHOSA! 💘💘💘

Feyre descumpriu uma das regras entre humanos e feéricos e, como castigo, passou a morar na Corte Primaveril, ficando aos cuidados de Tamlin, o Grão-Senhor Feérico. Com o tempo eles se apaixonam, mas Feyre é devolvida para a família por correr risco de vida. A paixão fala mais alto, fazendo com que ela retorne para a Corte Primaveril, a fim de salvar Tamlin e tantos outros feéricos e humanos. Por um tempo ela fica aprisionada por Amarantha, tendo que passar por três provas, tornando-se, por fim, uma feérica de extremo poder.

"Queria que meu coração humano tivesse mudado com o restante, se transformado em mármore imortal. Em vez do pedaço de escuridão em frangalhos que agora era, vazando pus para dentro de mim." (Livro: CORTE DE NÉVOA E FÚRIA, Pág.15)




Agora Feyre se vê trancafiada em casa, cumprindo ordens de seu noivo, Tamlin. E um tanto infeliz, no dia do seu casamento, implora mentalmente para que não aconteça o enlace matrimonial e que possa desfrutar de sua liberdade. Seu pedido é atendido minutos antes de se casar, pois Rhysand (ou Rhys), o Senhor-Grão Feérico da Corte Noturna com quem Feyre aceitou um acordo para sobreviver, a resgata do altar, unindo o útil ao agradável: concretizando o acordo e atendendo ao seu clamor. 

"— Acha que não sei como as histórias são escritas, como esta história será escrita? — Rhys levou as mãos ao peito, o rosto mais aberto, mais angustiado do que eu já vira. — Sou o senhor sombrio que roubou a noiva da primavera. Sou um demônio e um pesadelo, e terei um final triste. Ele é o príncipe de ouro, o herói que poderá ficar com você como recompensa por não morrer de burrice ou arrogância." (Livro: CORTE DE NÉVOA E FÚRIA, Páginas 443 e 444) 

Feyre acaba optando em ficar na Corte Noturna, onde pode desfrutar de sua liberdade, descobrindo a verdade oculta, e sendo treinada para lutar uma grande batalha. Ela recebeu magia de todos os Senhores-Grão Feéricos, o que a tornou uma arma de extremo poder. E no meio de toda confusão, a fim de lutar pela sobrevivência dos feéricos e humanos, descobre-se amando Rhysand, tendo tal sentimento correspondido em verdade. 

"Amor; amor era um bálsamo, tanto quanto um veneno. Mas era amor que queimava em meu peito. Ao lado do laço que o rei de Hybern sequer tocara, porque não sabia quão profundamente precisaria cavar para parti-lo. Para separar Rhysand e eu." (Livro: CORTE DE NÉVOA E FÚRIA, Pág. 652)

Agora cesso os comentários para não soltar mais spoilers.

Será difícil me expressar sobre esse enredo: seu eu já havia gostado do primeiro livro, posso afirmar que essa sequência foi muito além das minhas expectativas, deixando-me totalmente apaixonada. 💘💘💘 

CORTE DE NÉVOA E FÚRIA é um enredo que aborda liberdade e força, uma trama adornada em alianças improváveis, onde nem tudo que foi ouvido é preciso. E esse ponto 'x da questão' torna-se a cereja do bolo, mostrando uma corte sombria que, na verdade, perdura na ânsia de viver em paz. Desta forma, indubitavelmente, nasce um amor que terá de ser forte para lutar contra aqueles que querem destruí-lo. Nessa sequência pouco vemos da Corte Primaveril, pois ela aborda a tão temida Corte Noturna, apresentando diversos personagens secundários que são tão importantes quanto os protagonistas. Eu fiquei perdidamente apaixonada por Rhys e Feyre, e já desconfiava da ligação entre os dois, desde o no final do primeiro livro. Apesar de ser um livro com mais de 600 páginas, em momento algum me senti entendiada. Minha paixão foi tanta por essa sequência que já iniciei a leitura do terceiro e último livro da série. E pra finalizar, afirmo: "Eu leio até mesmo a lista de compras da Sarah J. Maas." o/ 

O livro é narrado em primeira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está boa, com fontes e espaçamentos na medida, adornada em papel off-white (o amarelinho claro); e a capa segue o padrão das outras, linda de viver, estampando arabescos e o título da obra. Por fim, para você que curte o gênero fantasia, eis essa maravilhosa pedida. 


Livro: CORTE DE NÉVOA E FÚRIA (Livro 2) 
Série: CORTE DE ESPINHOS E ROSAS 
Autora: Sarah J. Maas 
Gênero: Fantasia 
Editora: Grupo Record 
Ano: 2016 
Páginas: 658

Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com.br/

Nenhum comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥