[Resenha]: IN NOMINE PATRIS, TENEBRIS HIBERNUS — de Décio Gomes

Eu passei essa leitura na frente, pois a convite do autor, fiz um comentário que estará em uma das orelhas do livro. Sinto-me honrada e agradeço pelo convite, afinal sou mega fã dessa série. Agora convido a todos para conferir a sinopse e o que eu achei de "IN NOMINE PATRIS, TENEBRIS HIBERNUS", o terceiro livro dessa quadrilogia, uma publicação independente do Décio Gomes

Sinopse: Carregando nas costas o peso das terríveis ações de Irvine Aurish, Jullian Bergamo deixa para trás as cinzas e os destroços de sua vida e parte em uma missão de caça à maléfica feiticeira. Pelo caminho, seguindo pistas e sinais deixados pela mulher, depara-se com um perigoso pedido de ajuda: viajar até Dongji, um vilarejo afetado por um rigoroso inverno, para descobrir a fonte de um misterioso problema que envolve seres da noite, sugadores de sangue, provenientes das lendas folclóricas de uma China longínqua e antiga. Acompanhado de George, Romani e Mei, uma nova e determinada aliada, o jovem padre enfrentará não somente o frio congelante, mas também um mistério regido por um plano infernal e que atrelará — de uma vez por todas — seu destino e o de todos que o cercam ao da incansável mulher de olhos escuros como a madrugada. Navegando entre o horror e o mistério e cercados pela neve branca e impiedosa, os aventureiros precisarão unir-se até descobrir que o Inferno não só existe, como também é um lugar mais frio do que se pode imaginar. 


"Porque até mesmo no caos há de se vencer o mal..." 


UMA SEQUÊNCIA MARAVILHOSA! 💘💘💘 

Após o caos que passara em outras cidades, o padre Jullian Bergamo decide prosseguir sua caçada em busca de Irvine Aurish. Durante a caminhada, ele acaba se deparando com Benjamin Hendrick, um homem que acabara de perder a filha, Anastacia. O que antes era uma busca por Irvine, torna-se uma sucessão de eventos almejando a verdade sobre a estranha morte de Anastacia.




"— Nós precisamos ir ao túmulo de sua filha. Precisamos fazer isso agora mesmo, para que possamos descobrir se... "Se ela ainda está lá", as duas vozes mais uma vez uniram-se, incitando nos dois homens terríveis arrepios que percorreram cada pequeno centímetro de seus corpos e também seus espíritos." (Livro: IN NOMINE PATRIS - TENEBRIS HIBERNUS, Cap.5) 

Jullian e Benjamin não encontram o corpo de Anastacia, o que conduz o padre a Dongji, um vilarejo temido por muitos. Seus melhores amigos, Romani e George, estão a procura dele e, ao ficarem de frente com Benjamin, acabam por saber para onde Jullian foi. Eles seguem para Dongji, encontrando Jullian e ajudando-o nessa busca por respostas. 

"Quando o claro toma a terra e o escuro toma o coração, o tesouro proibido espera na pata amputada do dragão." A tradução foi lançada sem nenhuma pausa, e assim como a versão original, reverbou pelos pensamentos do trio de amigos. Respiravam silenciosamente, absorvendo o poema, olhando para as próprias mãos e buscando qualquer significado para aquelas tão antigas palavras." (Livro: IN NOMINE PATRIS - TENEBRIS HIBERNUS, Cap.16) 

Os três amigos se deparam com uma pista: um poema que torna-se a brecha para que descubram o que de fato está acontecendo, interligando o desaparecimento de Anastacia e a busca por Irvine, além de descobrirem ser "Os Salvadores". 

"Entreolharam-se, envolvidos em um manto de amizade e confiança, e não hesitaram em abrir a porta, logo assim atravessando o último trajeto que os separava de um novo e temível encontro com Irvine Aurish — e também com toda sua perversidade infernal." (Livro: IN NOMINE PATRIS - TENEBRIS HIBERNUS, Cap.25) 

Agora cesso os comentários para não soltar mais spoilers

Eis uma sequência pra lá de instigante, marca registrada do autor, que consegue unir suspense e terror: entretendo e assustando. Falar dessa série é um tanto difícil, pois sou muito fã. o/ O que eu disse acima é pouco ante o exposto apresentado no livro. 

IN NOMINE PATRIS — TENEBRIS HIBERNUS é uma busca incessante pela verdade, uma trama enigmática e, claro, sinistra. A cada virar de página eu ficava mais ansiosa, querendo saber o que estava acontecendo. Aos poucos fui inserida a novos cenários e personagens, que só acrescentaram na trama. Os capítulos finais são de perder o fôlego, deixando uma brecha ainda mais tenebrosa, conduzindo dois personagens a um destino trevoso: eu tive vontade de entrar no livro para ajudar. Para quem ainda não conhece essa série/autor e curte o gênero sobrenatural/terror... EU MEGA INDICO!!! 💘💘💘 Para quem já conhece e assim como eu é fã, deixo aquele gostinho de quero mais, além do link para adquirir o livro em formato digital ou entrar em contato com o autor, a fim de adquirir o livro físico. E para fechar com chave de ouro, afirmo: "Eu leio até mesmo a lista de compra do Décio!" o/ 

O enredo é narrado em terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação (em formato digital), está excelente; e a capa segue o padrão das anteriores, um tanto sombria e linda.  

Livro: IN NOMINE PATRIS — TENEBRIS HIBERNUS (#Livro 3) 
Autor: Décio Gomes 
Gênero: Sobrenatural/Terror 
Publicação — Independente 
Páginas: 288 Ano:2018 


✔ Para adquirir o livro em formato digital, clique AQUI
✔ Para adquirir o livro físico, entre em contato com o autor clicando AQUI


Abraços literários, 
Simone Pesci 

Nenhum comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥