[Resenha]: Dissoluto — de Ana Sóh e Elissande Tenebrarh

Eis uma belíssima surpresa, um enredo daqueles que desperta o coração. Já faz algum tempo que baixei esse livro em formato digital (gratuitamente) e, por fim, resolvi lê-lo. Trata-se de um new adult entorpecente. Agora convido a todos para conferir a sinopse, book trailer e o que eu achei de "Dissoluto", o primeiro livro da série "The Underwoods", obra das autoras Ana Sóh e Elissande Tenebrarh, uma publicação independente. Vem junto! o/

Sinopse: Sócio do mais famoso bar de motoqueiros de Seattle, Savi Underwood leva a vida seguindo as próprias regras. A principal delas é sempre manter o controle, jamais voltar a cometer seu grande erro do passado. Ele jurou nunca mais corromper alguém. Millicent é uma boa garota. Apesar de carregar um trauma desde a infância, conquista o coração de todos com sua bondade. Após viver anos sofrendo em silêncio, não lhe resta alternativa senão sair pelo mundo, tentar reconstruir sua vida longe do lar. O destino a conduziu a um bar muito peculiar na cidade grande, onde ela conseguiu um emprego como garçonete. Além do ambiente estranho, um dos sócios do bar, um homem coberto de tatuagens e de maneiras rudes, chama sua atenção. Mesmo que sejam completamente diferentes, é evidente a forte atração entre os dois; a inocente Millicent é a maior tentação que um dissoluto como Savi pode enfrentar.


"Porque há de cicatrizar suas feridas..." 

Um enredo apaixonante! 💘💘💘

Savi e o irmão mais novo, Ethan, são sócios do bar "The Underwood's", em Seattle. Ele vive do passado, relembrando de uma tragédia que o acometera e, por esse motivo, criou um abrigo para mulheres e crianças que sofreram/sofrem algum tipo de trauma/abuso.

Ethan precisa saber que viverei assim até o fim de minha vida, e não existe nada e nem ninguém que possa fazer ou mudar algo. Eu errei e tenho que pagar. Eu preciso sentir a dor para lembrar o quanto pequei nessa vida. (Livro: Dissoluto, Cap.4)




Millicent (ou Millie) é uma garota muda, devido a um grande trauma do passado. A convite de Ethan ela se muda para Seattle e começa a trabalhar como garçonete no The Underwood's e, aos  poucos, com seu jeito sereno de ser, desperta a atenção do irmão tatuado e conturbado, Savi.

Eu poderia ter me negado, compreendido que não seria certo vê-la, que ela é extremamente inocente para mim e que logo irei corrompê-la, mas há alguma parte em meu cérebro que não entende tais coisas. E, céus, agradeço tanto a essa pequena parte. Não quero deixar de ver Millicent, e não vou. (Livro: Dissoluto, Cap.13) 
Os opostos se atraem e diante essa afirmativa, Millie e Savi iniciam um envolvimento.

Amor... Será que é isso o que ela sente? Paixão? Carinho? Algum afeto? É difícil descobrir. Não pelo fato de ela não falar, mas também porque carrega uma alma ferida, machucada e talvez com danos irreparáveis. Assim como eu, no entanto,  ela pode se libertar da dor, e eu a ajudarei, porque nesse instante acabo de perceber que Millie não só ferrou minha cabeça, como meu coração também. (Dissoluto, Cap.24)

Agora cesso os comentários para  não soltar mais spoilers.

Sabe aquela surpresa boa, quando nos encontramos em uma leitura?! Pois bem, foi assim que me senti ao ler esse livro.

DISSOLUTO é um enredo intenso, com o ingrediente já conhecido: entre dois corações partidos. Savi é o típico bad boy atraente e problemático, enquanto Millicent é o seu oposto. Contudo, essa contradição é o tempero perfeito para a construção da trama, com personagens que grudam na pele e situações que nos faz se sentir parte do contexto. A química entre os protagonistas é perfeita, com um apelo sexual típico de um new adult. Os personagens secundários são de importância, mesmo aparecendo pouco, e a carga dramática nos faz mais íntimos, mostrando que até mesmo no inferno há de se encontrar uma luz. O final apresenta algumas reviravoltas, dando um novo sentido a história, e deixando um plot twist daqueles... Eu, particularmente, estou muito curiosa para conferir a sequência. A escrita das autoras é singela e envolvente; o que me incomodou um pouco foram algumas palavras que não gosto da maneira que são expressadas em um texto, porém nada que atrapalhe a leitura, diga-se de passagem, é mais um gosto pessoal mesmo. Se eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI! EU MEGA, ULTRA, MAX, HIPER AMEI!!! 💘💘💘 E digo mais: "Eu leio até mesmo a lista de compras das autoras!" o/

A trama é narrada em primeira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está boa, no padrão digital; e a capa é bonita, estampando ninguém menos que o problemático e delicioso, Savi.


Livro: Dissoluto (Série The Underwood's #Livro 1)
Autoras: Ana Sóh e Elissande Tenebrarh
Gênero: New Adult / Romance
Publicação  Independente
Ano: 2016
Páginas: 281


Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com/

Nenhum comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥