[Resenha]: O Sacrifício — de Bárbara Palermo

Eu me deparei com essa belíssima capa e me apaixonei! Qual foi minha alegria ao ver que a obra estava gratuita (em formato digital), pela quarentena literária. Desta forma, sem hesitar, baixei o e-book. Agora confira a sinopse e o que eu achei de "O Sacrifício", obra de Bárbara Palermo, uma publicação independente. 


Sinopse: Hannah Evans, tinha uma vida normal e pacata. Aos 25 anos, amava seu trabalho como enfermeira, tinha sua casa e um gato como companheiro. Até que um dia normal no trabalho se torna algo mais com a aparição de um paciente misterioso. Hannah de alguma forma se sente atraída pelo belo estranho, mas nada é o que parece ser, e ela descobrirá isso do jeito mais difícil. Quando seus medos e inseguranças são colocados à prova, ela deve descobrir uma maneira de escapar de um destino mortal e lutar por um amor proibido. 


"Porque o destino baralha as cartas, e nós jogamos..." 

Um enredo singular!

Hannah mora em Dublin, tem vinte e cinco anos e é enfermeira no Mater Hospital. Em mais um dia de trabalho ela depara-se com um paciente intrigante, que está em coma e que lhe chama a atenção. 

Era estranho, afinal nem nos conhecíamos, mas algo me puxava para aquele desconhecido. Depois que ele me olhou, mesmo que ligeiramente, eu soube que nada continuaria igual. (Livro: O Sacrifício, de Bárbara Palermo)


Além da estranha sensação com o desconhecido paciente, ela acaba por conhecer Caleb, um bad boy daqueles, que, de certa forma, também a encanta.

Caleb era um cara legal. Meus últimos relacionamentos foram breves, ninguém me fez sentir aquele balanço, mas com Caleb a faísca existia com certeza, talvez mais física do que emocional. (Livro: O Sacrifício, de Bárbara Palermo)

O que Hannah não contava é de que esses dois estranhos tinham algo em comum, ou seja, aproximar-se dela, e que ela faria parte de uma profecia.

Os sacrifícios continuam sendo feitos durante os anos, o próximo é este da profecia, uma criança nascida na Lua de Sangue, no dia vinte e seis, fará vinte e seis anos no próximo eclipse, que por sinal é a Lua de Sangue... esta criança... é você, Hannah. (Livro: O Sacrifício, de Bárbara Palermo). 
Hannah acaba por se envolver com seu paciente que acabara de acordar do coma e fugido do hospital, Leon, acabando por se afastar de Caleb. Mas o bem e o mal continuavam predominante em sua vida, deixando-a à mercê de uma terrível profecia, onde um caçador e um nefilim a perturbam.

Agora cesso os comentários para não soltar mais spoilers.

O SACRIFÍCIO é uma trama do gênero fantasia. O prefácio (em especial), apesar de curto, me pegou de jeito... Eu gostei muito! A autora tem uma escrita fruível e  diga-se de passagem  instigante, mas não posso deixar de dizer que faltou profundidade no contexto e na construção dos personagens: tudo acontecia muito rápido, o que deixou um gostinho de "quero mais". O sobrenatural foi um tanto esmaecido, o que é uma pena, pois tinha potencial para conduzir uma trama daquelas. Para quem é fã do gênero, sentirá falta desses "destaques" que mencionei. De qualquer forma, valeu a leitura, pois foi um bom entretenimento... Eu o li em apenas algumas horas. Por fim, para quem curte uma leitura rápida e singular, eis essa boa pedida. 

A trama é narrada em primeira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está boa, no formato digital; e a capa é linda de viver, com ninguém menos que um dos protagonistas da história, ou seja, Leon e seus penetrantes olhos de esmeralda. 


Livro: O Sacrifício
Autora: Bárbara Palermo
Gênero: Fantasia/Romance
Publicação  Independente
Ano: 2020
Páginas: 138


Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com/

Nenhum comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥