[Resenha]: Quase Ausente (A Au Pair — Livro Um) — de Blake Pierce

Já faz algum tempo que não trago uma resenha para vocês... Em verdade, estava me recuperando de uma baita ressaca literária. E graças aos céus consegui combatê-la. A propósito, baixei essa obra gratuitamente (em formato digital), e já adianto que tive uma bela surpresa. Confira agora a sinopse e o que eu achei de "Quase Ausente (A Aur Pair - Livro 1)", uma publicação independente, obra de Blake Pierce.


Sinopse: Quando a jovem de 23 anos Cassandra Vale aceita seu primeiro emprego como au pair, ela se encontra postada com uma família rica em uma propriedade rural fora de Paris, e tudo parece bom demais para ser verdade. Mas logo ela descobre que por trás dos portões dourados se esconde uma família disfuncional, um casamento distorcido, crianças problemáticas e segredos sombrios demais para serem expostos. Cassandra está convencida de que finalmente encontrou um recomeço quando ela aceita o emprego como au pair no bucólico interior francês. Um pouco além dos limites da cidade de Paris, a mansão Dubois é uma grande relíquia do passado, e seus ocupantes a família perfeita. É a fuga que Cassandra precisa  até que ela desvenda segredos escuros que provam que as coisas não são tão glamorosas como parecem. Debaixo da opulência se esconde uma rede sombria de maldade, algo que para Cassandra é muito familiar, desencadeando sonhos de seu próprio passado violento e atormentado, do qual ela foge desesperadamente. E quando um assassinato medonho despedaça a casa, ele ameaça derrubar também sua própria psique frágil. Um mistério fascinante com personagens complexos, camadas de segredos, reviravoltas dramáticas e suspense de acelerar o coração, QUASE AUSENTE é o livro UM em uma série de suspense psicológico que vai fazer você virar as páginas até tarde da noite. 

"Porque para meio entendedor, meia ausência basta..." 

Uma trama enigmática!

Cassandra Vale (mais conhecida como Cassie), tem vinte e três anos e a fim de fugir de seu ex namorado problemático, sai dos Estados Unidos e parte para Paris, para trabalhar como aur pair. 
Ela havia sido atribuída a uma família destruída, no meio de um enorme conflito. Estas crianças precisavam de uma figura materna com experiência e de ajuda profissional. Ao invés disso, tudo o que tinham era ela. (Livro: Quase Ausente, de Blake Pierce)


O que Cassie não contava era que ao trabalhar para a família Dubois, ficaria à mercê de situações de extrema aflição e revolta, além de seu passado conturbado vir à tona, deixando-a atordoada e sem saber se as coisas que aconteciam eram fruto da sua imaginação ou não.  

Quem melhor para levar a culpa pelo crime do que uma pessoa recém-chegada à comunidade — a au pair instável, insignificante e totalmente dispensável? (Livro: Quase Ausente, de Blake Pierce)

Uma morte na mansão dos Dubois se faz presente, colocando Cassie como suspeita, impedindo-a de voltar para os Estados Unidos e sair de vez daquela família destabilizada. Além de todas as intempéries, ela tem que saber lidar com as crianças que cuida (Antoinette, Marc e Ella), e, claro, com o sádico patriarca, Pierre.

Ela olhou para ele em silêncio, horrorizada por suas palavras e o modo como a coagia a ficar calada. Os olhos marrons a encaravam. (Livro: Quase Ausente, de Blake Pierce) 
Agora cesso os comentários para não soltar mais spoilers.

Não me lembro se esse é o meu primeiro contato com um dos textos do autor, pesquisei no meu blog e não encontrei nenhuma resenha de seus livros, mas se não me engano, já li algo dele. Trata-se de uma trilogia, porém eu fiquei com um gostinho de "quero mais", o que, de certa forma, deixou alguns questionamentos em aberto, algo que provavelmente se revela em sua sequência.

QUASE AUSENTE (A AUR PAIR — LIVRO UM) é uma trama instigante e bem delineada, onde  eu me senti parte da história, em meio a surtos e incógnitas. Refere-se a um thriller psicológico daqueles, muito bem escrito e com personagens que grudam na pele. Adornado em suspense e mistérios, concerne uma trama cheia de reviravoltas. Cassie é um personagem peculiar de se ler, com seus altos e baixos, deixou-me (em muitas vezes), na dúvida de suas atitudes. Quanto a família Dubois, todos (sem exceção) levam consigo um requinte de dor e maldade, o que faz sentido devido aos acontecimentos e atitudes questionáveis. O desfecho é nada óbvio... Eu gostei bastante! Porém, como eu já disse e repito, deixa um gostinho de quero mais (preciso ler a sequência). Por fim, para quem curte um suspense policial e com uma pitada "psico" daquelas, eis essa excelente pedida. o/ Eu o avaliei no Skoob com cinco estrelas e digo:  Eu leio até mesmo a lista de compras de Blake Pierce!!! 

A trama é narrada em terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está boa, no formato digital; e a capa é bonita, estampando uma Cassie, diga-se de passagem, quase ausente.


Livro: Quase Ausente (A Aur Pair  Livro Um)
Autor: Blake Pierce
Publicação  Independente
Páginas: 270


Abraços literários,
Simone Pesci
https://simonepesci.blogspot.com/

2 comentários

  1. estou lendo agora e é realmente muito envolvente como se eu fizesse parte da história, pra mim as melhores partes, com certeza são os momentos em que fica uma lacuna no livro e eu me perguntava se o que tava acontecendo era verdade ou ilusão da cabeça da Casssie, livro espetaculaaarr! amei sua resenha <3

    ResponderExcluir
  2. estou lendo o livro agora, e com certeza pra mim as melhores partes são as que o autor não deixa claro quem fez o que, e eu fico me perguntando se aconteceu mesmo ou se foi ilusão da cabeça da Cassie, livro espetacular. Amei sua resenha <3

    ResponderExcluir

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥