[Resenha]: O Rosto Que Precede o Sonho — de Maurício Gomyde

Já fazia um bom tempo que eu tinha vontade de ler algo do escritor, afinal, em 2012 o conheci pessoalmente em um evento literário aqui em São Paulo (junto com outros autores), e desde então anseio em me enveredar em um de seus textos. Eis que me deparo com essa riqueza para download gratuito (em formato digital), e sem pestanejar o baixei. o/ Agora confira a sinopse, book trailer e o que eu achei de "O Rosto Que Precede o Sonho", obra do autor Maurício Gomyde, uma publicação da editora Porto 71


Sinopse: Os muitos sinais que Tomas Ventura não percebeu, no dia do acidente, poderiam ter evitado que seus pais entrassem naquele avião e a tragédia se completasse. Tempos depois, algo inesperado mudou o rumo das coisas, e ele, então, passou a esperar o dia em que os sinais voltariam... Sua vida era quase perfeita, cercado por tudo que sempre quis: um violão, um telescópio, muitos discos bons, amigos, um emprego de sonhos e uma casa que flutuava. Mas no dia em que recebeu a proposta de trabalho que sempre sonhou, ele decidiu dizer “não”, porque nada mais fazia sentido. Até que, numa tarde qualquer, no lugar menos provável do mundo, a voz e o jeito daquela menina mostraram-lhe que ainda havia motivos para seguir em frente.


"Porque há de se encontrar o verdadeiro amor..." 

Um enredo clichê e perfeito! 💘💘💘

Tomas Ventura (conhecido como cabeção), tivera um pressentimento no dia que perdera os pais em um acidente aéreo. Ele é formado em música, compõe trilhas para o mercado publicitário e mora em um veleiro. Em mais uma noite qualquer, ao lado do amigo Benjamin, dentro do sebo que seu parceiro é dono, tomando umas cervejas e se lamentando por ser traído e dispensado por sua namorada, ele conhece uma nova garota, a qual ele apelida como "a garota da voz de veludo".

Por entre estantes tomadas por histórias cantadas pelos heróis de sua vida, Tomas ergueu os olhos. E, mirando aquele anjo que cruzava o meio da loja, o chão se tornou um areal movediço e transformou suas pernas em duas tiras moles, incapazes de mantê-lo de pé. (Livro: O Rosto Que Precede o Sonho, Capítulo 2) 



Tomas descobre que seu nome é Aurora, fotógrafa, formada em engenharia ambiental e mora no Canadá. Porém, por um mês, ela ficará em Brasília, para concluir um trabalho. E em meio a algumas certezas, começa a surgir um novo sentimento... Um sentimento vigente que os aproxima ainda mais.

— É um sonho eterno e você é o rosto que o precede, o que está no meio e aquele que vai estar até o fim dele, aconteça o que vier a acontecer. Você me faz melhor, me faz sentir vontade de levantar cedo e encarar o dia de um jeito que nunca senti. (Livro: O Rosto Que Precede o Sonho, Capítulo 20)

O que eles não contavam é que em um mês viveriam um verdadeiro e grande amor. No entanto, ambos se separam  e quando (novamente) Tomas tem um presságio, desta vez com Aurora, ele tenta fazer o que acha correto.

Os sinais: água, mariposa, Aurora, borboletas, o livro, as canções, os discos que ela tinha comprado, a capa do disco do Santana. Cada um deles, agora claríssimos, indicava que era sua tarefa protegê-la. Não erraria pela segunda vez, como fizera com os pais. Precisava correr até o barco da festa. (Livro: O Rosto Que Precede o Sonho, Capítulo 31) 

Agora cesso os comentários para não soltar mais spoilers.

Esse é o terceiro livro do autor, e meu primeiro contato com um de seus textos... E desde já adianto: "Tornei-me fã do Maurício e leio até mesmo a sua lista de compras..." o/

O ROSTO QUE PRECE O SONHO é uma trama acolhedora, daquelas que te hipnotiza, colocando-o dentro da história, sentindo o que os personagens sentem. A história, apesar de clichê, é muito bonita e leva consigo lindas mensagens. Com mais diálogos do que narrativa e um enredo (às vezes) um pouco mais lépido, ainda assim o autor conseguiu dar vida a uma belíssima e enternecedora história, com personagens que grudam na pele, e uma narrativa magnetizante. Eu me apaixonei pelo casal Tomas e Aurora, tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais, cada qual com sua singularidade. Os personagens secundários, em especial Benjamin, me ganhou logo de cara (confesso que queria saber mais sobre ele). Os capítulos finais têm uma grande e dilacerante reviravolta, algo que quebrou o meu coração, mas que tornou o desfecho ainda mais perfeito. Se essa era a intenção do autor, ele está de parabéns. Se eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI... EU AMEI!!! 💘💘💘 E agora, mais do que nunca, quero ler as outras obras do autor. Por fim, para quem curte uma história leve e curta, com uma belíssima mensagem, essa é uma excelente pedida. o/

A trama é narrada em terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está boa, no padrão digital; e a capa, particularmente (essa nova edição), eu não gostei... Acho muito mais bonita a da edição anterior, a mesma que aparece no final do book trailer.


Livro: O ROSTO QUE PRECEDE O SONHO
Autor: Maurício Gomyde
Gênero: Drama/Romance
Editora: Porto 71
Páginas: 192
Ano:2020


Abraços literários,
Simone Pesci

Nenhum comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥