Uma palhinha sobre Enola Holmes! O filme é realmente uma graça!

 

E não é que eu vi ENOLA HOLMESNa verdade vi no mesmo dia que lançou na Netflix, no dia 23 de setembro.


Um belo dia eu vi que a Netflix ia fazer um filme da Enola Holmes, a irmã mais nova do Sherlock e Mycroft Holmes. Na verdade a irmã que uma autora de livros infanto-juvenis chamada Nancy Springer deu para o famoso detetive. Eu nunca tinha ouvido falar, então corri logo para a wikipédia para saber do que se tratava e nossa! Descobri que é uma coleção bem grandinha até ahahahahhaha. São 6 livros!

Parecem bem legais na verdade. Esse primeiro volume trata do desparecimento de um marquês, junto com o desaparecimento da mãe de Enola. Na verdade, a mãe dela desaparece primeiro e no meio de sua fuga para achar a mãe, ela se envolve na história do marquês.


O filme é muito fofinho, confesso que desde a estreia já assisti 2 vezes, podendo assistir mais ahahahahhaa....Eu não vejo Stranger Things, então não podia falar do talento da menina Millie Bobby Brown, mas ela é realmente talentosa. De verdade! E está uma graça com a força e juventude de Enola.

Vamos de sinopse oficial?

Enola Holmes é uma menina adolescente cujo irmão, 20 anos mais velho, é o renomado detetive Sherlock Holmes. Quando sua mãe desaparece, fugindo do confinamento da sociedade vitoriana e deixando dinheiro para trás para que Enola faça o mesmo, a menina inicia uma investigação para descobrir o paradeiro dela, ao mesmo tempo em que precisa ir contra os desejos de seu irmão, Mycroft que quer mandá-la para um colégio interno só de meninas. A caminho de Londres, ela conhece um lorde fugitivo e passa a desvendar quem pode estar atrás do garoto e que quer impedir que uma importante reforma política inglesa aconteça.


De cara já dá para perceber o divertimento, né? E de fato é mesmo muito divertido! Desde os flashbacks de Enola com a mãe, Eudoria, quanto o girl power delas, que não é nada forçado. É uma coisa muito natural, afinal de contas vemos a mãe ensinando outros valores desde muito cedo. Então ao invés de aprender a bordar por exemplo ela aprende lutas, ela aprende esportes, ela aprende a pensar. Em um dado momento ela fala que a mãe fez ela ler a Biblioteca toda da casa!!!!! Olha só que máximo! 

Uma outra coisa que também achei o máximo é a famosa quebra da quarta parede que vimos muito em Dead Pool, mas antes disso eu via em Curtindo a vida adoidado e nem sabia do que se tratava ahahahahahahaha...Se você não sabia também vou deixar um link legal por aqui. Se liga.

O filme é infanto-juvenil, não há o que negar e por isso é uma diversão para toda a família, apesar de ser bem clichê onde sabemos tudo (ou quase) que vai acontecer, na verdade a gente supõe...porque não acontece exatamente daquele jeitinho ali. 

Henry Cavill e Helena Bohan Carter são coadjuvantes de luxo!!!! E que luxo! O elenco está muito bom, só por ele já vale a pena dar uma espiada básica.

Eu sou suspeita para falar, pois gosto muito dessa era vitoriana, sabe? Toda aquela história de espartilhos e moças revolucionárias tentando serem mais um pouco do que só esposas.

Rolando aí todo tipo de boatos que a autora e a Netflix está sendo processada por terem dado sentimentos emotivos para o Sherlock Holmes. Nem me envolvo nessas tretas, porque acho que tira um pouco a graça do divertimento que foi esse filme.

O melhor de tudo é que mesmo imbuída em sua missão, Enola é autruísta o suficiente para ajudar a quem precisa de qualquer modo. Enfim, eu curti muito o filme, posso falar que é um baita divertimento e que espero sinceramente que tenha uma continuação!!!!!


Treta com a Netflix   💣💣


Nenhum comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥