Filme Carlinhos e Carlão é pura diversão: ASSISTA!

 

Um dia desses, do nada fui ver um filme de comédia. Nem sou muito fã de comédia, o filme precisa ter mais do que boas risadas para me pegar de jeito. Por exemplo, foi tempo que via filmes tipo Loucademia de Polícia que tem mais bobeira do que história (não me entendam mal, adoro loucademia ahahahahah.....) ...Mas enfim, comédia não é muito o meu tipo de filme preferido.

Mas tá, fui lá ver Carlinhos e Carlão. E não é que morri de rir????? Assim como No gogó do Paulinho, que também vi sem pretensão nenhuma, o filme chama muito atenção pelo elenco de primeira qualidade e também por seu conteúdo reflexivo, super importante para os dias de hoje!


Carlão (Luis Lobianco, que amo de paixão desde um porta dos fundos ele entrevistando Zan e Jaina, dos superamigos, morro de rir só de pensar) é um homem preconceituoso que trabalha em uma concessionária de carros com Cadinho (Marcelo Flores), Zeca (Saulo Rodrigues) e Antunes (Pedro Monteiro). Nas conversas entre eles, Carlão sempre se vangloria de ser o maior entendedor de futebol e mecânica, tudo em meio a piadas machistas e homofóbicas. O que ele não esperava é que depois de se deparar com um armário mágico, seu alter-ego, Carlinhos, homossexual assumido e descolado, assume o corpo de Carlão quando chega a noite.


Cheio de esteriótipos, cheio de clichês, mas mesmo assim acerta muito no tom. Do cara machista que só fala merda com os amigos, após a confusão com o tal armário tudo muda na vida dele e ele passa a enxergar as coisas de outra forma. E isso a gente vê até no modo de vestir, super desleixado a princípio e vai se modernizando e ficando mais descolado conforme a história anda.



Tem umas partes muito hilárias e coloridas e umas partes mais reflexivas também, quando uns babacas na rua tentam atacar Carlão e Guga vem em seu socorro. Guga é o garçom do bar de Glorinha, que ele frequenta, e que vive enchendo o saco dela, com cantadas baratas. 



Queria que o filme fosse pro cinema, pois leva uma mensagem leve e descontraída sobre aceitar o outro, mesmo que ele seja diferente de você. Mas agora Deus lá sabe quando isso será possível, né?

Gosto muito da Thati Lopes e agora quero ver o filme, "Socorro, virei uma garota". Vi o trailer e parece ser super divertido também.

Tem uma matéria muito legal aqui e se puder, assistam! 


Nenhum comentário

Olá, leitor!
Se você chegou até aqui, fique sabendo que já fiquei feliz!
Se quiser deixe seu comentário que responderei em breve! Se tiver blog saiba que logo logo lhe farei uma visitinha ♥